Publicidade
Liga dos Campeões

Com orçamento 4 vezes menor, Ajax elimina a Juventus da Champions

De Ligt comemora gol sobre a Juventus
De Ligt comemora gol sobre a Juventus (Foto: Reprodução/Twitter)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quando o Ajax perdeu a final da Liga Europa de 2016/2017, o veredito parecia unânime: o time era muito jovem. Mas os meninos cresceram. Nesta terça-feira (16), venceram a Juventus de Cristiano Ronaldo por 2 a 1, em Turim, e garantiram um lugar na semifinal da Champions League.

No jogo de ida, em Amsterdã, as equipes haviam empatado em 1 a 1.

Jogadores do Ajax comemoram o segundo gol da equipe, que deu a vaga na semifinal da Champions    Oito atletas que estiveram na derrota para o United há dois anos estavam em campo nesta terça, na Itália: Onana, Veltman, De Light, Schöne, Ziyech, Van de Beek, Frenkie De Jong e David Neres.

E foi com atuação decisiva de dois deles que o Ajax conseguiu a classificação. Após Cristiano Ronaldo abrir o placar, De Beek e De Light viraram a partida para colocar os holandeses na próxima fase.

Com um faturamento de 92 milhões de euros na última temporada (cerca de R$ 405 milhões), o Ajax não entra está nem entre os 30 clubes de maior arrecadação na Europa segundo o Football Money League, levantamento anual da Deloitte.

A Juventus, eliminada pelo clube de Amsterdã, ocupa a 11ª colocação da lista, com 395 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,7 bilhão) de faturamento no exercício 2017/2018. Isto é, um faturamento quatro vezes maior que o do Ajax.

Na fase anterior, a equipe holandesa, tetracampeã da competição europeia, já havia eliminado o Real Madrid, cujo faturamento é líder na Europa e no mundo: 750 milhões de euros (R$ 3,3 bilhões) em 2017/2018, oito vezes maior que o do Ajax. 

Mas são os meninos que estão na semifinal da Champions League. E, pela primeira vez em quatro edições, Cristiano Ronaldo, tricampeão consecutivo com o Real Madrid, não estará na final do torneio.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES