Publicidade
2018

Coritiba começa o ano com esquema tático de Tite

Coritiba começa o ano com esquema tático de Tite

O técnico Sandro Forner escolheu o esquema tático 4-1-4-1 para seu primeiro esboço de time em 2018. No primeiro treino com formação de equipe do ano, ele montou o Coritiba com Wilson; Benítez, Thalisson Kelven, Werley e William Matheus; João Paulo, Simião, Ruy, Iago Dias e Mosquito; Kleber.

O técnico Marcelo Oliveira terminou 2017 adotando o esquema tático 4-2-3-1. Antes dele, Pachequinho vinha utilizando o 4-4-2 em linha (com os quatro meias formando uma linha).

O 4-1-4-1 é o esquema tático adotado pelo técnico Tite no Corinthians 2015 (campeão brasileiro) e na seleção brasileira desde 2016.

Esse sistema é normalmente confundido com o 4-3-3. O analista de desempenho Caio Gondo ajuda a compreender melhor. Em dezembro de 2015, ele escreveu um texto-aula explicando as diferenças. Clique aqui para ler na íntegra. As movimentações que caracterizam um 4–3–3 são as movimentações defensivas dos pontas dependente ao ataque do lateral adversário e a movimentação lateral dos meio-campistas, quando necessário; já as que caracterizam um 4–1–4–1 são os recuos em dois sentidos dos extremos para manter a segunda linha de quatro da equipe. Por isso que o Barcelona joga no 4–3–3 e o Corinthians no 4–1–4–1, argumentou Gondo, no seu texto.

No entanto, o esquema tático é apenas uma das características da equipe. Outros aspectos serão mais decisivos para definir o estilo de jogo. Ainda não é possível dizer se o treinador utilizará pressão alta ou bloco médio na marcação. Se usará uma linha de impedimento avançada e agressiva, ou vai preferir utilizar uma marcação baseada na sobra. Se adotará um jogo reativo, baseado em contra-ataques, ou se terá uma preocução com posse de bola. O mais provável é que essas características de jogo sejam construídas aos poucos, levando em conta a reação dos jogadores ao que é pedido pelo treinador.

Este é apenas um começo, uma ideia. O que mais importa é que todos trabalham no mesmo sistema, realizam os mesmos exercícios. Então, nossa ideia é que independentemente de quem jogar, possa exercer a função, disse o técnico do Coritiba, ao site oficial do clube.

Em relação ao primeiro treino com formação de equipe, Forner também fez substituições ao longo do trabalho. Ele testou o volante Galdezani, o meia Yan Sasse, o ponta Léo Santos e o centroavante Alecsandro. Eles entraram nos lugares de Gustavo Mosquito, Iago Dias, Simião e Kleber.

O Coritiba está em Foz do Iguaçu desde sábado (dia 6). O grupo já estava trabalhando em Curitiba desde o dia 3. O time retorna à capital paranaense em 19 de janeiro. O primeiro teste do Coxa em 2018 será em 14 de janeiro, em jogo-treino contra o 3 de Febrero, do Paraguai. A estreia no Paranaense será em 20 de janeiro, contra o Prudentópolis, no Couto Pereira.

OS 31 JOGADORES
Do elenco do Coritiba para 2018
Goleiros: Arthur, Rafael Fachin, Rafael Martins e Wilson
Laterais: César Benitez, Henrique Gelain, Rodrigo Ramos, William Matheus, Marcos Moser e Léo Andrade
Zagueiros: Geovane, Romércio, Thalisson Kelven, Walisson Maia e Werley
Volantes: João Paulo, Júlio Rusch, Galdezani, Simião e Vitor Carvalho
Meias: Kady, Ruy, Thiago Lopes e Yan Sasse
Pontas: Guilherme Parede, Iago Dias, Léo Santos e Mosquito
Centroavantes: Alecsandro, Evandro e Kleber 

Publicidade

Veja também