Coritiba encerra excursão fora de casa contra rival direto

O segundo pior mandante deste Brasileiro recebe o segundo pior visitante na noite desta quarta-feira (16). A partir das 21h, Ponte Preta e Coritiba definem seus destinos no Moisés Lucarelli, em Campinas. É a segunda partida seguida do Coxa fora de casa (antes, perdeu para o Vitória, no Barradão, por 2 a 1).

De um lado, a Ponte Preta, que em 28 rodadas somou apenas 26 pontos – aproveitamento de 31%. Segundo o site Probabilidades no Futebol, a equipe paulista tem 85,1% de chances de ser rebaixada. Jogando em casa, foram 15 pontos em 14 jogos.

Do outro lado, o Coritiba. Desde o confronto contra o time campineiro no dia 31 de julho, o Coxa foi do céu ao inferno. Da liderança ao 16º lugar. Do sonho da Libertadores ao fantasma do rebaixamento. E uma derrota na noite desta quarta pode colocar o alviverde na zona da degola (Criciúma e Vasco, 17º e 18º colocados, estão dois pontos atrás e jogam em casa).

A gente sabe que precisa da vitória, a gente sabe que a fase está um pouco complicada e a gente precisa vencer, aponta o meia Robinho. Independente de como você está atuando, o otimismo não pode perder. Você não pode parar nunca, tem que sempre estar focado, sempre entendendo que tem fazer o melhor. E o time está focado e nós vamos fazer uma grande partida e eu tenho certeza disso", espera o jogador.

Ponte Preta já viveu situação similar a do Coxa

Em 2005, a Ponte Preta teve um começo arrasador no Brasileiro. Foram 26 pontos conquistados nas 12 primeiras rodadas no nacional. Ao todo, a equipe paulista liderou o Brasileirão por oito rodadas.

A boa fase, contudo, não foi mantida. Na última rodada do nacional, a Macaca ainda lutava contra o rebaixamento. No final, se salvou por pouco: foi o 18º, com 51 pontos. O Coritiba ficou uma posição atrás, com 49 pontos, e acabou rebaixado – naquele ano, o nacional contou com 22 equipes.

Em Campinas
Ponte Preta: Roberto; Régis, César, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Alef, Fellipe Bastos e Adrianinho; Rildo e William. Técnico: Jorginho.

Coritiba: Vanderlei; Gil, Leandro Almeida, Luccas Claro e Diogo; Willian, Junior Urso, Robinho e Alex; Geraldo e Julio César. Técnico: Péricles Chamusca
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa/RS
Local: Moises Lucarelli, em Campinas (SP), às 21 horas