Brasileirão

Coritiba marca gol inédito, mas perde para o Santos e fica na ZR

(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)

O Coritiba perdeu por 2 a 1 para o Santos, nesse sábado (dia 17) à noite, no Couto Pereira, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense ficou em 18º lugar, com 16 pontos, dentro da zona de rebaixamento (ZR). A equipe paulista está na 4ª colocação, com 27 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Em relação ao desempenho, o Coritiba começou mal e levou dois gols no início. Depois de 30 minutos de jogo, Galdezani entrou, o time melhorou e foi superior ao Santos. Acertou uma bola na trave, criou boas jogadas e fez um belo gol com Giovanni Augusto. O time paulista mostrou alguma qualidade defensiva e foi eficiente para aproveitar as duas chances que construiu. Fora isso, apresentou um futebol de ‘meio de tabela’.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES: notas para os jogadores do Coritiba.

GOL INÉDITO
O Coritiba ainda tem o pior ataque como mandante do Brasileirão, com apenas 4 gols marcados em 8 jogos no Couto Pereira. O gol de Giovanni Augusto contra o Santos foi inédito: o primeiro da equipe em casa com a bola rolando. Foi o fim de um jejum de oito partidas e três meses sem marcar um gol dessa maneira no Couto — o último havia ocorrido contra o Cianorte, em julho, pelo Paranaense. Os três demais gols em casa pelo Brasileirão foram em lances de bola parada (dois pênaltis e uma falta direta).

ESCALAÇÃO DO CORITIBA
As ausências no Coritiba eram Sabino (cláusula contratual), Rodolfo Filemon (Covid), Jonathan (Covid), Rhodolfo (lesão), Rafinha (lesão) e Nathan Ribeiro (lesão). O esquema tático era o 4-2-3-1, com Sasse (direita), Giovanni (centro) e Robson (esquerda) na linha de três do setor ofensivo. Cerutti, Sarrafiore e Mattheus Oliveira ficaram no banco e não entraram.

ESCALAÇÃO DO SANTOS
Os desfalques do Santos eram Pará, Carlos Sánchez, Raniel, Vladimir, Marinho, Lucas Veríssimo, Alison e Renyer.

PRIMEIRO TEMPO
O início do jogo teve bom futebol do Santos e o Coritiba com dificuldades na marcação. O time paulista tinha facilidade para trocar passes e para atacar pela esquerda, com Soteldo. Aos 5, Soteldo rolou para Felipe Jonatan cruzar da esquerda e para Kaio Jorge infiltrar entre os dois zagueiros e chutar no canto: gol do Santos. O mandante começou a encaixar a marcação e a equilibrar o jogo aos poucos, mas sofreu novo golpe aos 16. Pituca chutou de fora da área e a bola bateu no braço de Hugo Moura. Pênalti. Soteldo bateu com cavadinha e fez 2 a 0.

Aos 31, saiu o lateral Natanael e entrou o médio Galdezani. O volante Matheus Sales ficou na lateral-direita. O Coxa passou a dominar o jogo, empurrando o adversário para trás e criando boas jogadas ofensivas. Aos 43, Giovanni Augusto chegou a acertar a trave, em belo chute de fora da área.

POLÊMICA
Aos 40, William Matheus foi derrubado na área. O árbitro e o VAR ignoraram o lance.

SEGUNDO TEMPO
O segundo tempo começou com certo equilíbrio. Aos 12, entraram Nathan e Neilton no ataque do Coritiba. O mandante tomou conta do jogo e começou a atacar com frequência. O gol veio aos 28, após escanteio, disputa na área e belo chute de fora da área de Giovanni Augusto: 2 a 1. Aos 39, o Coxa ficou mais ofensivo, com as saídas dos volantes Hugo Moura e Matheus Sales para as entradas do centroavante Ricardo Oliveira e do médio Matheus Bueno. No entanto, o Santos soube segurar o placar.

ESTATÍSTICAS
Ao fim do jogo, o Coritiba somou 16 finalizações (4 certas), 53% de posse de bola, 83% de acerto nos passes e 8 escanteios. O Santos obteve 6 finalizações (2 certas), 47% de posse de bola, 77% de acerto passes e 1 escanteio. Os números são do site Sofascore.

CORITIBA 1x2 SANTOS
Coritiba: Wilson; Natanael (Galdezani), Nathan Silva, Henrique Vermudt e William Matheus; Hugo Moura (Ricardo Oliveira) e Matheus Sales (Matheus Bueno); Yan Sasse (Nathan), Giovanni Augusto e Robson; Rodrigo Muniz (Neilton). Técnico: Jorginho
Santos: João Paulo, Madson, Laércio, Luan Peres e Felipe Jonathan; Jobson (Sandry) e Diego Pituca; Soteldo (Wagner), Jean Motta (Arthur Gomes) e Lucas Braga (Lucas Lourenço); Kaio Jorge (Luiz Felipe). Técnico: Cuca
Gols: Kaio Jorge (5-1º), Soteldo (26-1º) e Giovanni Augusto (28-2º)
Cartões amarelos: Jobson, Lucas Braga, Kaio Jorge (S). Hugo Moura, Nathan Silva, William Matheus, Matheus Sales, Ricardo Oliveira (C).
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Local: Estádio Couto Pereira

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
4 - Natanael chuta de fora da área. O goleiro segura, quase no centro
5 - Gol do Santos. Soteldo recebe na ponta-esquerda e rola para Felipe Jonatan cruzar rasteiro. Kaio Jorge chega antes que Vermudt e chuta no canto.
9 - Pituca chuta de fora da área. A bola vai ao lado.
12 - Pressão do Coritiba. A bola rebatida sobra na marca do pênalti. O goleiro sai e chuta para longe, antes que Rodrigo Muniz finalize.
16 - Giovanni Augusto bate escanteio para a pequena área. Rodrigo Muniz cabeceia no alto e o goleiro faz grande defesa.
23 - Pituca chuta de fora da área. A bola bate no braço de Hugo Moura. O VAR chama, o árbitro verifica no monitor e marca pênalti.
26 - Gol do Santos. Soteldo bate 'a la Panenka', com uma cavadinha no meio do gol. Wilson cai para o lado.
37 - Hugo Moura chuta do bico da área. O goleiro espalma.
40 - Galdezani cruza rasteiro. O goleiro cai e tira o perigo.
43 - Giovanni Augusto chuta de fora da área. A bola bate na trave. Galdezani pega o rebote e chuta cruzado. A bola vai na rede, pelo lado de fora.

Segundo tempo
1 - Robson invade a área e rola para trás. Livre na área, Yan Sasse chuta em cima de Rodrigo Muniz e perde boa chance.
7 - William Matheus lança. Giovanni Augusto tenta encobrir o goleiro. A bola vai sobre o gol
16 - Giovanni Augusto lança. William Matheus cruza. Neilton chuta de primeira, ao lado do gol.
28 - Gol do Coritiba. Depois de escanteio e rebote na área, Neilton rola para Giovanni Augusto chutar de fora da área e acertar o ângulo.