Ranking

Coritiba termina com dois jogadores em seleção dos melhores da Série B

Jogadores do Coritiba agradecem torcedores após vitória sobre o Guarani
Jogadores do Coritiba agradecem torcedores após vitória sobre o Guarani (Foto: Arquivo Bem Paraná/Du Caneppele)

O Coritiba terminou com dois jogadores em seleção dos melhores da Série B, organizada pelo Sofascore. O centroavante Léo Gamalho e o zagueiro Luciano Castán entraram na equipe dos 11 melhores, por posição, considerando o desempenho nas 38 rodadas da competição.

Para entrar nessa equipe, é preciso ter disputado pelo menos metade da competição (19 rodadas). O esquema tático adotado pelo Sofascore foi o 4-3-1-2. Apesar do desenho, os quatro do meio-campo são meias ofensivos – Chay (Botafogo), Jean Carlos (Náutico), Gabriel (CSA) e Elvis (Goiás). Curiosamente, os quatro já passaram pelo futebol paranaense.

Elvis, 31 anos, foi revelado na base do Paraná Clube e chegou a defender o clube da Vila Capanema no profissional. Chay, 30 anos, atuou pelo Fut7 do Coritiba antes de ganhar oportunidades no futebol de campo. Jean Carlos, 29 anos, defendeu o Coxa na Série B de 2018 (23 jogos, nenhum gol e 2 assistências). Gabriel, 31 anos, atuou pelo clube do Alto da Glória em 2020 (18 jogos, 1 gol, 1 assistência).

MELHORES
O melhor do Coritiba no ranking do Sofascore é Léo Gamalho, com nota média 7,18. Ele foi o vice-artilheiro da competição, com 16 gols, um atrás do centroavante Edu, do Brusque, que também aparece com nota média 7,18.

Luciano Castán foi o melhor zagueiro da Série B no ranking Sofascore, com nota média 7,15. Ele marcou cinco gols na competição.

No Sofascore, os melhores jogadores do Coritiba que não entraram nessa seleção são o zagueiro Henrique (7,11), o meia Robinho (7,06), o volante Val (7,00), o meia/ponta Rafinha (6,97), o goleiro Wilson (6,96), o lateral-direito Natanael (6,92), o volante Willian Farias (6,90), os pontas Waguininho (6,87) e Igor Paixão (6,86).

O Sofascore atribui uma nota de 0 a 10 para cada jogador, nas partidas da Série B, usando como suporte várias estatísticas (como gols, assistências, dribles, passes, faltas, jogo aéreo e desarmes).