Publicidade
dicadestyling

Corrente retrô é o acessório da vez

Corrente statment para causar, até mesmo quando  a roupa é basiquinha
Corrente statment para causar, até mesmo quando a roupa é basiquinha (Foto: Fotos: Reprodução/Pinterest)

As correntes são daqueles clássicos que sempre dão um jeito de aparecer nas produções. Vão para as alças das bolsas, viram estamparia, ficam mais fininhas ou robustas conforme a moda, correm para cobrir pulsos ou colos. Desta vez, elas aproveitam o perfume setentinha que está rolando e surgem em formato de colares, bem retrô, para arrematar o look. Vem ver!

A corrente mais justinha, de elos maiores, dourada é a grande aposta. Experimente usá-la com a camiseta branca ou com uma camisa. Fica lindo. E ela não precisa vir sozinha. Dá para misturá-la a outras correntes finas ou a uma mais longa com pingente. Vale brincar com as espessuras, cores (sim, pode misturar todos os tipos de metal!) e sobreposições.

Se você tem dúvidas sobre a relação entre a gola da blusa e o colar, se acalme, eles se dão superbem. Pode ser decote em V, em U, a gola pode ser alta ou de camisa, aí você só tem de decidir se prefere colocar o colar por dentro do decote (mais misteriosa) ou por fora. O único ruído entre eles se dá quando há muita informação no colo – laços, volume, bolões vistosos, babados –, aí colocar um colar sobre tudo isso pode pesar.

O mesmo colar cai bem com a sobreposição de peças em estilo mais esportivo

Tudo misturado, com blusa de gola alta e brincão. É muito poder!

Se você não gosta das muito grossas, vá de mix de correntinhas, todas em acabamentos variados, com e sem pingentes

Olha que legal a ideia de usar juntas duas ou três correntes de metais diferentes (aqui prata e dourado)

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES