Líder do governo

Deputado fala de vacina para professores, mas secretário não confirma

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Hussein Bakri (PSD), disse nesta segunda-feira (3) que a Secretaria de Estado da Saúde decidiu antecipar o início da vacinação de professores e demais profissionais da educação do Paraná contra a Covid-19. Segundo Bakri, a vacinação de professores e profissionais da educação, aconteceria ao mesmo tempo que a imunização das pessoas portadoras de comorbidades.

A fala do deputado não foi confirmada oficialmente. “Sobre a inclusão dos professores nas prioridades da vacina, estamos discutindo. A proposta não está fechada, mas nesta semana vamos conversar sobre isso sim e devemos anunciar algo mais concreto”, afirmou nesta segunda-feira à noite o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, enquanto acompanhava o desembarque das doses da Pfizer em Curitiba.

Além disso, ontem o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski decidiu suspender a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) que manteve o decreto estadual incluindo profissionais das forças de segurança e da educação no grupo prioritário para vacinação contra a Covid-19. Com a decisão, deverá ser seguida a ordem de vacinação estabelecida pelo Ministério da Saúde, o que pode abrir caminho para outras negativas.