Publicidade
Campeonato Paranaense

Desfalcado, Paraná tem 'obrigação de evoluir' no jogo contra o Foz

Andrey: atacante segue como titular
Andrey: atacante segue como titular (Foto: Geraldo Bubniak)

O técnico do Paraná Clube, Dado Cavalcanti, não contará com dois titulares para a partida desta quinta-feira (dia 24) às 20 horas, contra o Foz, na Vila Capanema, pela segunda rodada da Taça Barcímio Sicupira Júnior. Por outro lado, ganhou um reforço de última hora: o volante/meia Fernando Neto.

Os dois desfalques confirmados são o zagueiro Eduardo Bauermann, expulso na primeira rodada, na derrota por 1 a 0 para o Operário, e o ponta Kessley, que sofreu uma lesão na estreia.

Fernando Neto pertence ao Fluminense e veio por empréstimo. Devido a um imbroglio judicial, o clube carioca sofreu uma proibição temporária de registrar jogadores no BID da CBF. Com isso, o contrato do volante/meia só foi regularizado no Paranaense no final da tarde dessa quarta-feira.

“Ainda estou na expectativa com a regularização do Fernando Neto. E nós perdemos o Keslley. Aí eu tenho a opção de ou usar três atacantes no começou ou esperar o decorrer do jogo, pois não temos muitas peças assim. Esses são os dois contextos de mudanças”, afirmou Dado Cavalcanti, em entrevista coletiva.

Dado disse que espera uma evolução da equipe. “Se tratando de uma equipe que nunca tinha jogado juntos na vida, é precoce falar em entrosamento no segundo jogo. Ainda mais onde serei forçado a fazer no mínimo mais duas trocas. Nós podemos falar em evolução. Isso é que eu espero, que nossa equipe cresça e solucione os problemas do jogo. É uma cobrança, que temos a obrigação de evoluir, e, quem sabe, com essa evolução venha a primeira vitória no campeonato”, comentou o treinador.

OPÇÕES
Sem Fernando Neto, Dado deve seguir com Kadu (ex-Joinville) como titular. O atacante Rodrigo Carioca é a principal opção para o lugar de Kessley. A vaga de Bauermann deve ficar com Rodolfo (ex-Joinville).

“Eu vou manter uma base. Não vou fazer trocas demais, pois acaba perdendo a sequência e o entrosamento. Mas vou ser forçado a fazer algumas alterações”, disse Dado Cavalcanti.

Juninho, que jogou como ponta em 2018, voltou à sua posição de origem em 2019, estreando no ano como lateral-esquerdo. Para esta quinta-feira, ele pode ser usado no lugar de Kessley, abrindo espaço para a estreia do lateral-esquerdo Guilherme Santos (ex-Paysandu). “O Guilherme tem muita força. É muito visível essa condição dele. Ele está fazendo bons treinamentos, está treinando muito bem. Pela necessidade, vai ser questão de tempo para fazer essa dobradinha do Guilherme embaixo e o Juninho em cima, principalmente pela ausência de atacantes que nós temos hoje”, afirmou Dado.

REFORÇOS
O Paraná estreou sete reforços contra o Operário: os zagueiros Rodolfo, Eduardo Bauermann (Figueirense) e Fernando Timbó (Paysandu), o lateral-direito Éder Sciola (Brasil-RS), o volante/meia Kadu, o meia Higor Leite (Londrina) e o centroavante Jenison (Cuiabá). Ainda não estrearam o goleiro Filipe (Santos), os zagueiros Leandro Almeida (Londrina) e Matheus Lopes (CSA), o lateral-direito Sueliton (Criciúma), o lateral-esquerdo Guilherme Santos (Paysandu), os volantes Jeferson Lima (Internacional) e Alejandro Márquez (O'Higgins-CHI), os meias Fernando Neto (Fluminense), Itaqui (Brasil-RS)

REGULAMENTO
A Taça Sicupira é o primeiro turno do Campeonato Paranaense 2019. Clique aqui para conhecer a fórmula de disputa da competição.

PARANÁ x FOZ
Paraná: Thiago Rodrigues; Eder Sciola, Rodolfo, Fernando Timbó e Juninho (Guilherme Santos); Luiz Otávio e Fernando Neto; Andrey, Higor Leite e Rodrigo Carioca (Juninho); Jenison. Técnico: Dado Cavalcanti
Foz: Fellipe Alisson; Léo Vacaria, Leandro Silva, Luiz Matheus e Marquinhos; Vinícius Martins, André Oliveira e Hadrian; Arisson, Douglas e Diego. Técnico: Negreiros
Árbitro: Rafael Vinícius Moura de Oliveira
Local: Vila Capanema, quinta-feira às 20 horas

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES