fim de ano

Dicas para o trabalho temporário virar efetivo

A taxa de desemprego no Brasil caiu nos últimos meses, mas ainda assim está alta. De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o contingente de desocupados no País chegou a 12,1% entre junho e agosto, número que representa queda de 0,6 ponto percentual em relação ao registrado no período anterior.
Apesar do recuo do desemprego no Brasil, ainda falta emprego para 12,7 milhões de brasileiros.  E para esse grupo de trabalhadores uma boa chance de voltar ao mercado de trabalho é recorrer as vagas temporárias de fim de ano. Os segmentos de vestuário, eletrodomésticos e alimentação são os mais movimentados e que mais contratam em todo o país. Para quem pretende ficar, seguem algumas dicas de especialistas. 

 


Para desenvolver bem o trabalho

1. Entre no clima
Não fique parado. Mais do que remuneração, trabalhos temporários também costumam ser divertidos por conta do clima de cooperação obrigatório, consequência do grande movimento no comércio.
2. Procure o que tenha a ver com você
Algumas oportunidades de trabalho temporário necessitam de um perfil profissional cheio de afinidades. Imagine uma pessoa introvertida, organizada, que gosta de tudo no lugar, atendendo três ou quatro clientes ao mesmo tempo em uma loja de calçados. Da mesma forma, quem é do tipo extrovertido, ficar dentro de uma baia de escritório oito horas por dia mexendo com planilhas será o caminho da infelicidade. Identifique os pontos fortes e procure vagas mais alinhadas ao perfil.
3. Não tenha hora para sair
A maioria das vagas para temporários são tradicionalmente do comércio: vendedores, estoquistas, auxiliares de cadastro e assim por diante. A contratação é justamente para dar suporte a um movimento de clientes muito maior que o normal. Portanto, quem quiser ter uma chance de ficar não pode contar com horário certo para sair. São muitos os imprevistos e este é o momento de ouro do comércio. 
4. Tenha em mente que pode ser o começo de uma carreira
Não tenha dúvida: o temporário será observado em todas as suas atitudes. Essa época costuma ser uma espécie de laboratório para as empresas, um celeiro para colher os melhores talentos que podem ser aproveitados quando tiver uma vaga aberta e estável. Como janeiro é um período de baixo movimento, as efetivações não costumam acontecer logo após as festas de final de ano. Mas se quem marcou presença com uma boa postura, competência e proatividade, pode ter certeza que está na lista de futuro colaboradores.
5. Tenha compromisso
Poucas pessoas percebem a importância de servir bem. Afinal, quem não gosta de ser bem atendido? Um sorriso, um cumprimento educado, mostrar-se à disposição. Tudo isso deixa todo mundo feliz! Por isso, é importante que o trabalhador temporário exerça sua função com compromisso, seja com clientes ou colegas. Cada vez mais as empresas levam mais em conta o comportamento do que o conhecimento técnico na hora de contatar um profissional. 
6. Vista-se de acordo com o trabalho
Lojas de roupas e calçados são duas das que mais contratam. Normalmente há salário fixo e mais comissão, o que garante boas perspectivas de grana extra. Mas atenção: a apresentação pessoal vai contar. Uma roupa legal, cabelos bem cortados, barba feita, unhas arrumadas pesam na hora da contratação até por conta da imagem que a empresa pretende passar aos clientes.
7. Saiba ouvir
Aquele vendedor que fala pelos cotovelos até ganhar o cliente no cansaço está fora de moda. O importante é ouvir, com calma, paciência, boa vontade, o que o cliente quer, para depois trazer o produto mais adequado ao orçamento e gosto. Essa postura de ouvir com atenção não serve apenas para lidar com clientes, mas também com colegas, gerentes e todos que estão na empresa.
8. Crie sua rede de contatos
Esse é um ótimo momento para conhecer pessoas, não só do lugar em que se vai trabalhar, mas lojas e colegas das proximidades. Quem conseguir passar uma boa impressão, de quem quer trabalhar, crescer, e tem disposição, certamente não será esquecido em um momento de vagas abertas.