Publicidade
Tragédia em Doutor Ulysses

Dono de caminhonete que despencou em ribanceira diz que teve ´pressentimento` e não foi junto

A caminhonete com os fieis
A caminhonete com os fieis (Foto: Divulgação/PRE)

Em entrevista ao RPC TV, o dono da caminhonete que despencou de uma ribanceira na Região Metropolitana de Curitiba, no domingo (13), Luiz Cavalheiro, afirmou que teve um "pressentimento esquisito" e não foi ao culto junto com os 30 fiéis que estavam no seu veículo. Seis pessoas morreram no acidente, entre elas o filho, o neto e o irmão de Cavalheiro."Desisti de ir nos últimos dez minutos". A Polícia deve ouvir o depoimento de Cavalheiro nesta terça-feira (15) em inquérito para apurar o acidente trágico. 

A caminhonete que despencou de uma ribanceira na PR-092, entre Doutor Ulysses e Cerro Azul, ambos municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), apresentava várias situações irregulares, de acordo com as informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE-PR). Entre elas, o licenciamento do veículo e carteira vencida do motorista, que foi uma das vítimas fatais do acidente e era filho do dono da caminhonete. 

Caminhonete despenca de ribanceira e deixa seis mortos na Grande Curitiba

Motorista estava com CHN vencida e veículo que despencou também estava irregular

Conforme a PRE, além das irregularidades já citadas, houve ainda o transporte de passageiros em compartimento de carga do veículo. As vítimas estavam retornando de um culto da Igreja Assembleia de Deus e eram moradoras da região conhecida como Teixeira. Foram confirmadas as mortes de Assis Rosner Cavalheiro, Lucas Rosner Cavalheiro, Eneziane Terezinha Timoteo, Waldomiro dos Santos, João Maria Rosner e Rosenilda Almeida de Oliveira. 

Os feridos

Dez feridos ficaram em estado grave, de acordo com a PRE. Todas as vítimas foram transferidas para três hospitais de Curitiba: Mackenzie Evangélico, Cajuru e Trabalhador.  Outras 20 pessoas também feridas chegaram a ser levadas ao Hospital Municipal de Cerro Azul, que fica aproximadamente a 50 km de distância do local do acidente. Ali, receberam os primeiros atendimentos, antes de serem transferidas para a capital. Havia crianças e idosos entre as vítimas. A maior parte dos feridos mora em Cerro Azul, segundo a Secretaria de Saúde daquele município. Conforme a PRE, o trecho da rodovia onde aconteceu o acidente, na altura do km 124, não tem asfalto e é de difícil acesso. A caminhonete despencou de um altura de 40 metros na região chamada Serrinha. O trecho onde ocorreu o acidente é bastante longo e a estrada sinuosa, um trecho de estrada de chão. 

Luto

A Prefeitura de Doutor Ulysses decretou luto oficial de três dias, por causa das mortes.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES