1 a 2

Em jogo movimentado, Paraná perde para o Ituano e amarga a lanterna da Série C

(Foto: Fernando Roberto/ Divulgação/ Ituano FC)

Após quatro rodadas disputadas na primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube é o lanterna do Grupo B da competição. Na tarde deste sábado (19 de junho), jogando no Novelli Júnior, em Itu (SP), a equipe comandada por Maurílio Silva fez um jogo movimentado diante do Ituano. Após sair atrás do placar com gol marcado por Tiago Marques, os visitantes buscaram o empate nos acréscimos da etapa inicial com Jonathan Costa. No segundo tempo, o Paraná teve duas chances para virar a partida. Desperdiçou e em seguida foi castigada, novamente com Tiago Marques, que fez o seu segundo gol no jogo num lance com direito a chapéu no goleiro Bruno Grassi, garantindo a vitória do time paulista.

LEIA MAIS: Lado direito da defesa paranista sofre contra o Ituano. Confira as atuações individuais

LEIA MAIS: Maurílio Silva afirma que Paraná precisa jogar mais concentrado e se diz ‘chateado’ e ‘triste’ com situação do clube

Com a derrota fora de casa, o Tricolor da Vila Capanema segue com apenas um ponto em quatro rodadas da Série C. É o 10º e último colocado da competição, com a mesma pontuação do Oeste (9º), que ainda joga na rodada (contra o Criciúma), e um a menos que o São José-RS, que mais cedo neste sábado perdeu para o Novorizontino por 1 a 0. O Ituano, por sua vez, alcança sua primeira vitória na competição e sobe para o sétimo lugar, com quatro pontos. Os dois últimos colocados de cada grupo são rebaixados para a Série D.

No próximo sábado (26), às 11 horas, o Paraná volta a campo para receber o São José-RS na Vila Capanema. Já o Ituano visita o Mirassol no mesmo dia, às 17 horas.

JEJUM

O Paraná não vence há oito partidas (5 derrotas e 3 empates) e só marcou dois gols nesse período. Na Série C, já são quatro jogos, com três derrotas (contra Ypiranga, Botafogo-SP e Ituano) e um empate (contra o Figueirense).

ESCALAÇÕES

Depois de empatar com o Athletico no meio de semana, em partida que selou a eliminação do Tricolor no Campeonato Paranaense, o técnico Maurílio Silva contou com as voltas de Jonathan Costa, Pedro Costa, Meneses, Adriano e Reis (que não estavam inscritos no estadual) para o confronto no interior de São Paulo. Além disso, três novos reforços do clube começaram no banco: os laterais Alex Muricy e Danilo e o atacante Erivan.

No onze inicial, foram três alterações em relação ao jogo na Arena da Baixada, com mudanças na zaga (Hurtado por Jonathan), no meio (Lucas Abreu por Menezes) e no ataque (Gustavinho por Reis).

Do lado do Ituano, os principais desfalques eram o técnico Mazola Júnior e o lateral-direito Pacheco. É que a equipe paulista teve oito casos confirmados de Covid-19 às vésperas do duelo pela Série C, o que obrigou o afastamento do treinador, do jogador e de outros seis funcionários do clube. O time foi comandado pelo auxiliar Guilherme Bellangero.

PRIMEIRO TEMPO

A primeira parte do jogo em Itu (SP) foi movimentada. O time da casa, é bem verdade, foi superior, tendo pressionado mais no campo de ataque e criado também mais chances de gol. Por isso, mereceu abrir o placar aos seis minutos, com Tiago Marques aproveitando erro de Lucas Sene na saída de bola, e quase chegou ao segundo gol aos 30, quando Branquinho chegou a balançar a rede, mas o tento foi anulado pois o meia-atacante estava em impedimento.

O Paraná Clube, no entanto, também teve boas chances de gol. Inclusive, quase foi quem saiu na frente no marcador, aos três minutos, quando Lucas Sene desperdiçou uma grande chance em jogada de Reis. Sempre usando os lances de bola parada e os cruzamentos para a área como arma, a equipe cresceu de produção já na reta final da etapa inicial e conseguiu o gol já nos acréscimos, em belíssimo cabeceio de Jonathan Costa após cobrança de escanteio de Gustavo França: 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO

Na volta para a etapa final, logo de cara mudanças nos dois lados. Pelo Paraná, Paranhos, que tomou cartão amarelo no primeiro tempo, e Gabriel Pires deixaram o campo para as estreias de Alex Muricy e Erivan. Já pelo Ituano, Branquinho foi substituído por Fernandinho.

Empolgado após conseguir o empate, os visitantes se lançaram ao ataque e tiveram duas boas chances para buscar a virada. Aos oito minutos Meneses apareceu livre dentro da área após uma cobrança de escanteio, mas chutou por cima do gol. No lance seguinte, Erivan apareceu bem pela esquerda e finalizou ao lado da meta.

Assim como na etapa inicial, porém, voltou a valer o famoso ditado “quem não faz, toma”. E aos 10 minutos Kadu Barone puxou um contra-ataque rápido e deu um lindo passe para Tiago Marques, que matou no peito já dentro da área e ainda deu um lençol no goleiro Bruno Grassi antes de empurrar pro fundo da rede: 2 a 1 para o Ituano.

Com a vantagem construída, o Ituano mexeu aos 21-2º, quando entraram Henrique e Zé Vitor nas vagas de Igor Henrique e Tiago Marques. Mais tarde, aos 43-2º, Bruno Lima ainda substituiu Kadu Barone. Do lado paranista, entraram Adriano e Gustavinho nos lugares de Meneses e Gustavo França, aos 27-2º, e Castanha ainda teve uma chance no lugar de Micael, aos 38-2º.

Apesar do Paraná esboçar uma pressão, os donos da casa souberam se segurar bem na defesa e não deram chance para o azar, garantindo uma importante vitória que tira o Ituano da zona de rebaixamento e joga o adversário para a lanterna da competição.

FICHA TÉCNICA

Ituano 2 x 1 Paraná

Ituano: Pegorari; Léo Duarte, Léo Santos, Matheus Mancini e Rhuan; Jiménez, Kaio e Branquinho (Fernandinho); Igor Henrique (Henrique), Tiago Marques (Zé Vitor) e Kadu Barone (Bruno Lima). Técnico: Guilherme Bellangero.
Paraná Clube: Bruno Grassi; Paranhos (Alex Muricy), Micael (Castanha), Jonathan Costa e Bryan; Moisés Gaúcho e Meneses (Adriano); Lucas Sene, Gabriel Pires (Erivan) e Gustavo França (Gustavinho); Reis. Técnico: Maurílio Silva
Gols: Tiago Marques (6-1º e 10-2º), Jonathan Costa (46-1º)
Cartões amarelos: Igor Henrique, Branquinho, Tiago Marques, Rhuan (I); Paranhos, Meneses (P)
Árbitro: Charly Wendy Straub Deretti (SC)
Local: Novelli Júnior, em Itu (SP), sábado (19 de junho) às 17 horas

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

3 - Reis avança pela esquerda e cruza. Gabriel Pires tenta chegar, a bola passa e sobra com Lucas Sene na segunda trave, de frente para o gol. Ele chuta em cima do goleiro, que espalma.

6 – Gol do Ituano! Lucas Sene recua para ajudar na saída de bola, tenta um passe pelo meio, mas Tiago Marques intercepta e cabeceia para Branquinho. O meia devolve na medida para o atacante, que só tem o trabalho de chutar na saída do goleiro.

8 - Branquinho puxa o contra-ataque pela direita e aciona Kadu Barone na área. O atacante bate cruzado e o goleiro Bruno Grassi faz grande defesa, mas o árbitro só marca tiro de meta.

14 – Reis corta da esquerda pro meio e toca para Gabriel Pires na entrada da área. O meia limpa dois marcadores e chuta sem força, ao lado do gol.

21 - Zaga do Ituano dá um chutão para afastar o perigo e a bola encontra Kadu Barone em boa posição pela direita. Ele encara Paranhos, corta pro meio e chuta forte. A bola desvia em Micael e passa por cima do gol.

30 – Tiago Marques toca para Kadu Barone na direita, que devolve com um passe de primeira, um balão por cima de Paranhos. O atacante avança, corta Micael e chuta. Bruno Grassi espalma e Branquinho balança marca no rebote, mas é assinalado impedimento.

35 – Cobrança de falta de longe. Gustavo França chuta com efeito, direto pro gol, mas a bola passa por cima da meta.

36 – Kadu Barone encara Paranhos e cruza para a área. Branquinho dá uma ‘casquinha’ na bola para Igor Henrique chegar batendo. A bola desvia e vai por cima.

37 - Meneses cruza da esquerda para a área. Reis desvia e a sobra fica com Lucas Sene, que chuta forte no canto mais próximo. Pegorari faz a defesa no reflexo.

46 – Gol do Paraná! Cobrança de escanteio de Gustavo França viaja até a primeira trave e encontra a cabeça de Jonathan Costa. A bola ainda quica no gramado antes de entrar no cantinho da trave oposta.

Segundo tempo

2 – Kadu Barone recebe perto da área, traz para o meio e rola para Kaio chegar batendo, por cima do gol.

8 – Cobrança de escanteio pela esquerda, cobrança fechada e depois do desvio na primeira trave a sobra fica com Meneses, sozinho dentro da área. Ele chuta forte, de primeira, mas a bola sobe demais.

9 – Menezes puxa a bola pela intermediária e aciona Erivan na esquerda, perto da área. O atacante corta um marcador e chuta firme, rasteiro, ao lado do gol.

10 – Gol do Ituano! Contra-ataque rápido, Kadu Barone recebe na direita, encara Micael e lança para Tiago Marques na área. O atacante domina no peito, dá um chapéu no goleiro e divide com Bryan para marcar seu segundo tento.

12 – Micael tenta o passe rasteiro para Jonathan Costa pelo meio, mas Tiago Marques intercepta e avança com a bola. Ele toca por cobertura para tirar Bruno Grassi, mas o zagueiro paranista se recupera e salva.

24 – Fernando rouba a bola na área do Paraná e toca para Henrique, que tenta o chute. A finalização desvia na zaga e sobra para Zé Vitor, que bate de primeira, para fora.

38 – Gustavinho recebe na direita e chuta forte, direto pro gol. Pegorari espalma.