Injúria racial

Em nota, clube de Guarapuava nega caso de racismo em jogo com o Coritiba

Nota oficial do Batel
Nota oficial do Batel (Foto: Reprodução/Instagram/BatelOficial)

O Batel, de Guarapuava, divulgou nota negando que um jogador da sua equipe de juniores tenha cometido injúria racial contra o meia Pedrinho, do Coritiba, durante partida disputada no sábado, pelo Campeonato Paranaense Sub-20.

Veja o texto, na íntegra:

“Nota de esclarecimento

Sobre o suposto episódio de racismo repercutido nas redes sociais e ocorrido no Sábado, pela 2ª rodada do Campeonato Paranaense Sub 20, em Guarapuava, a diretoria vem através dessa nota, esclarecer que nosso atleta não cometeu nenhum ato racista.

A diretoria ouviu o atleta que explicou o ocorrido em campo, onde o mesmo não deferiu palavras racistas contra o atleta adversário. Diante desse fato, a direção do Batel, acompanhou o atleta do clube até a delegacia para fazer um boletim de ocorrência contra as pessoas que estão acusando o atleta indevidamente.

O Batel repudia todo e qualquer ato de racismo e discriminação e agradece às autoridades pela atenção no apoio prestado. Esse fato só reforça a importância de nossa luta por um futebol sem ódio e sem julgamento precipitado para não atingir ninguém.”

Clique aqui para entender o caso

Até às 19 horas dessa terça-feira (dia 24), o Coritiba ainda não havia se pronunciado sobre o caso.