Publicidade

Estreante em finais, Raptors tentam acabar com dinastia Warriors

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Toronto Raptors venceu o Milwaukee Bucks por 100 a 94 na noite deste sábado (25), no Canadá, e conquistou o título da Conferência Leste da NBA, fechando a série melhor de sete em 4 a 2.

Será a primeira vez que o time disputará a final da liga americana de basquete. Seu rival será o Golden State Warriors, campeão em 3 das últimas 4 temporadas e finalista pela quinta vez seguida.

Troféu levantado pelo Toronto Raptors Gregory Shamus/AFP Troféu levantado pelo Toronto Raptors      Tanto na partida quanto na série a tônica foi de nunca desistir. Os Raptors chegaram a ficar atrás por 2 a 0 na série, mas conseguiram reagir. No jogo 6, que fechou o duelo, chegaram a estar 15 pontos atrás do adversário, mas também reagiram. E, sempre, comandados pro Kawhi Leonard, um dos candidatos ao prêmio de MVP (sigla em inglês para "jogador mais valioso") dado ao melhor jogador da temporada.

Leonard também foi o responsável pela incrível cesta que classificou o time de Toronto para as finais de conferência, no estouro do cronômetro do jogo 7 contra o Philadelphia 76ers.

A eliminação deixou fora das finais um dos principais personagens da temporada, o grego Giannis Antetokounmpo, dos Bucks.

Antetokounmpo e Leonard foram os destaques de suas equipes no jogo 6, com respectivamente 21 e 27 pontos e 11 e 17 assistências.

Na grande final, os Raptors, além de terem que lidar com o fato de nunca terem chegado tão longe na competição, ainda terão que vencer o Golden State Warriors de Stephen Curry e Klay Thompson, que venceu a Conferência Oeste sem perder nenhuma partida para o Portland Trail Blazers.

Os Warriors tentarão aumentar sua dinastia na NBA enquanto os Raptors tentarão se tornar a 20ª franquia a conquistar o troféu Larry O'Brien.

DESTAQUES DOS EDITORES