Brasileirão

Felipão rasga elogios ao departamento de análise de desempenho do Athletico

Felipão contra o São Paulo
Felipão contra o São Paulo (Foto: Franklin de Freitas)

O técnico do Athletico Paranense, Felipão, usou a entrevista coletiva após a vitória sobre o São Paulo para enaltecer o trabalho o setor de análise de desempenho do clube. “Quero dar os parabéns para o departamento de análise, que vem trabalhando com o Pracidelli (Carlos, auxiliar-técnico). Com eles, temos conhecimneto de 90% de como a equipe adversária vai jogar. É um trabalho tão maravilhoso que nos dá a possiblidade de saber de antemão os detalhes o adversário”, declarou. Na partida de domingo, o time paulista poupou titulares e usou um esquema tático diferente.

Felipão também explicou por que escalou Fernandinho e Thiago Heleno. Existia a possibilidade que os dois fossem poupados para o jogo de quinta-feira, contra o Estudiantes, pela Libertadores. “Decidimos pela importância do São Paulo e pela importância da competição. E pela conversa com o Fernandinho e o Thiago Heleno. Essa ideia foi amadurecendo. Els foram vendo que estavam em condições ao longo da semana. Não pretendia que os dois jogassem 90 minutos, mas não deu para trocar. Temos 96 horas paro o próximo jogo, então dá tranquilo para recuperar”, afirmou.

O treinador também explicou que o zagueiro Thiago Heleno é um dos cobradores de pênalti da equipe. “O Thiago Heleno bate bem pra caramba. Ele chuta muito forte. Se acertar, mata o goleiro.
Foi escolhido porque nós sabíamos que jogaria o Felipe (Alves). Todo treino nosso que termina cada um bate três penaltis”, explicou Felipão.