Publicidade
Luxo e performance

Lamborghini Urus, o mais veloz SUV

Com motor V8 biturbo de 660 cv, o Urus chega como o SUV mais rápido.
Lamborghini Urus, o mais veloz SUV

A Lamborghini apresentou o tão esperado Urus, SUV da marca não se trata do primeiro modelo do segmento se levarmos em conta o LM002, modelo produzido entre 1982 e 1993, como uma tentativa da entrada da marca no mundo do todo-o-terreno. A marca de Sant’Agata Bolognese criou uma nova fábrica dedicada em exclusivo à produção do Urus. Na nova Lamborghini Manufactura, os trabalhadores das linhas de montagem têm sensores de movimento que funcionam em conjunto e interagem com os processos mais automatizados, permitindo assim um maior nível de qualidade para os clientes. Com foco no luxo e na performance, pois sob o capô do Urus está um motor 4.0 V8 biturbo a gasolina que rende 660 cv de potência e torque máximo de 86,6 kgfm a 2.250 rpm. A fabricante italiana revela ainda que sua aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 3,6 segundos, com máxima de 305 km/h, pesando menos de 2.200 kg, ele oferece uma relação de peso potência de 3,38 kg/cv. Para não exagerar no consumo, há desativação de cilindros quando não há necessidade de todos estarem em funcionamento. Já a transmissão é automática de oito marchas, com tração integral. O torque é dividido entre 40% na frente e 60% na traseira como padrão, podendo chegar ao máximo de 70% na dianteira ou 87% na traseira. O eixo traseiro é direcional, tecnologia introduzida no Aventador S, variando o ângulo de esterçamento conforme a velocidade para ajudar em manobras de estacionamento ou ganhando em estabilidade ao contornar curvas em velocidades maiores. No visual, a linha de caimento do teto dá um ar de cupê ao modelo, que recebeu o nome de uma linhagem de touros. Suas dimensões são 5,11 m de comprimento, 2,06 m de largura, 1,63 m de altura e 3 m de entre-eixos, com altura do solo de 158 mm a 248 mm conforme o ajuste da suspensão a ar. No porta-malas, a capacidade varia de 616 litros a 1.596 litros. As vendas no exterior começam no primeiro semestre de 2018.

Publicidade