Publicidade
Estudos

Lancheira saudável: o que não pode faltar para um recreio saboroso e nutritivo

(Foto: Divulgação)

As férias escolares estão chegando ao fim e é hora de preparar as crianças para o ano letivo, ajeitar seus materiais, uniformes e, claro, as lancheiras! E quando o assunto é a alimentação dos pequenos, o ideal é apostar em comidinhas saudáveis e ricos em nutrientes, além de fugir dos industrializados.
Um lanche completo deve contar com três elementos: uma porção de carboidrato, uma de proteína e uma de vitaminas. A coordenadora de nutrição do Complexo Hospitalar dos Estivadores, Deborah Rebouças, dá dicas para agradar as crianças com esses alimentos. “As frutas picadinhas costumam ser mais atrativas para elas. Maçã, banana, pera, uva, morango e manga são ótimas opções. Outra dica é apostar nos palitinhos de legumes. Cenoura, palmito e pepino são boas sugestões”.
Queijos brancos e iogurtes naturais são as proteínas mais práticas para compor a hora do recreio. “Diferente dos queijos amarelos e de iogurtes coloridos e adoçados artificialmente, essas opções (queijos brancos e iogurtes naturais) são ricas em vitaminas e tem baixo percentual de gordura e açúcares”, explica a especialista.
Colocar a mão na massa é outra sugestão para incrementar a alimentação e tornar tudo mais divertido. “Trazer a criança para os preparos é uma forma de familiariza-la com os alimentos. Com o auxílio e a supervisão de um adulto, podem ser feitos muffins de legumes com farinha integral e cupcakes com farinha de aveia, por exemplo”, conta Deborah.
Sucos integrais ou naturais e águas de coco ou aromatizadas são os substitutos perfeitos para os refrigerantes e outras bebidas cheias de calorias vazias, isto é, pobres em nutrientes e ricas em açúcares. E é na idade escolar que a criança aprende os hábitos alimentares que carregarão até a vida adulta. “Alimentos consumidos em excesso ou a ausência na dieta podem prejudicar a saúde, causando carências nutricionais o que pode influenciar no crescimento e desenvolvimento da criança”, afirma a nutricionista do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), Maria Inez Fuentes.

Preparando a lancheira do seu filho
Existem vários alimentos que, segundo a nutricionista, uma lancheira saudável deve conter. Frutas e líquidos – como suco, vitamina de frutas, iogurte e água são ideais. Deve-se evitar ao máximo o consumo de açúcar e gordura. O cardápio deve ser individualizado, baseado nas necessidades energéticas individuais, considerando as preferências e hábitos alimentares de cada uma delas. “Se a criança não está acima do peso pode ser ofertado de vez em quando um achocolatado”, comenta Maria Inez.
Diversificar o lanche é sempre muito importante para que a criança não enjoe e fique desestimulada aos hábitos saudáveis. As crianças gostam muito de alimentos com formatos diferentes. “Preparar sanduíches com caretas, biscoitos caseiros com formatos lúdicos é uma forma divertida para estimular o hábito saudável”, destaca Maria Inez.
Para a nutricionista, a ajuda dos pais no preparo da lancheira estimula a alimentação saudável dos filho. Levá-lo ao supermercado, ensiná-lo nas escolhas de alimentos e contar com a ajuda dele para preparar o lanche pode ser um estímulo. “Esse hábito incentiva o apetite infantil, além de aproximar a criança de alimentos novos e saudáveis”, afirma a nutricionista.

Sugestões de lanches
Para facilitar ainda mais a vida dos pais, a nutricionista preparou cinco opções de lancheiras:

Opção 1
Vitamina com cereal infantil pronta para consumo + bolo caseiro + maçã
Opção 2
Suco de laranja in natura + sanduíche integral com peito de peru + morangos
Opção 3
Suco a base de soja pronto para consumo + pão integral com patê de ricota e cenoura + uva
Opção 4
Iogurte líquido + biscoito simples + banana
Opção 5
Suco de pêssego + biscoito caseiro + uva

DESTAQUES DOS EDITORES