Publicidade
Sátira

Livro sobre 'Por Que Bolsonaro Merece Respeito' tem duas páginas de texto e 188 em branco

Autor define obra como "livro sátira"
Autor define obra como "livro sátira" (Foto: reprodução)

Lançado por um escritor brasileiro radicado nos Estados Unidos, o livro “Por que Bolsonaro merece respeito, confiança e dignidade” está dando o que falar. Definido pelo autor, Willyam Thums, como um “livro sátira”, o compêndio tem 190 páginas, sendo apenas duas de texto e as demais em branco. Atualmente esgotado, o livro tem como preço de venda R$ 39,64.

“Este livro responde à pergunta que nâo quer calar o Brasil. Em meio ao turbulento momento em que vive nosso país, somente este livro pode te dar a resposta mais sincera sobre o Presidente Jair Bolsonaro. ATENÇÃO: [Livro Sátira] Este livro possui apenas 2 páginas escritas e 188 páginas em branco”, explica o autor na descrição da obra.

Apesar desse fato estar claramente descrito na sinopse da página da Amazon, os comentários dos compradores indicam que muitos devem ter adquirido o livro sem atentar para essa informação.

Confira também: Deltan Dallagnol se recusou a receber premiação ao lado de Bolsonaro

“Livro de 190 páginas com apenas 2 páginas de texto e o resto em branco. Ironia política do autor, usando e enganando o leitor. Foi adquirido para pesquisa de doutorado onde, ao contrário desse autor, se busca ver os dois lados, mesmo não sendo apoiador de Bolsonaro”, comentou o comprador identificado como Lincoln.

“Ridículo isso que foi feito. Como um camarada se submete a um papel desses? No livro tem uma página escrita e as outras todas em branco. Faz as pessoas sérias gastarem tempo e dinheiro. Lamentável!”, afirma outro de nome Gilson Machado.

A maioria dos comentários, porém, é positiva e elogia a brincadeira. “Perfeito!! Comprou sem ler a descrição/sinopse? Isso é reflexo da postura como eleitor(a): votou sem a mínima leitura e informação”, escreveu Frederico.

Leia mais no blog Política em Debate

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES