Publicidade
Taça Dirceu Krüger

Londrina atropela o ‘time D’ do Athletico e se garante na semifinal

(Foto: Divulgação/ Gustavo Oliveira/ LEC)

O Furacão não foi páreo para o Tubarão. Jogando no Estádio do Café, o Athletico resolveu mandar a campo na tarde deste domingo (31 de março) um time D, poupando vários dos principais jogadores da equipe de aspirantes (no Estadual, o Furacão usa uma equipe alternativa, inclusive com um treinador diferente do da equipe principal - Rafael Guanaes). E aí acabou virando presa fácil para o Londrina, que conseguiu uma importante vitória por 4 a 1, construída ainda no primeiro tempo de jogo, com Luquinha, Germano (de pênalti) e Marcelinho. Na etapa final, Erick ainda descontou para os visitantes, mas Luidy, já nos instantes finais do jogo, tratou de transformar a vitória do time da casa em goleada.

Com o resultado, o Londrina garante sua classificação à semifinal da Taça Dirceu K
rüger, o segundo turno do Campeonato Paranaense. O Furacão, por sua vez, vê cair a invencibilidade na segunda metade da competição, mas já havia garantido a vaga na próxima fase e também a melhor campanha do Estadual, o que lhe dá o direito de disputar em casa o jogo único das semifinais – e também o jogo único da final, se chegar lá. Além disso, se for campeão do 2ºturno do estadual, o Athletico terá o direito de fazer a segunda partida das finais em casa, diante do Toledo – campeão da Taça Barcímio Sicupira e já garantido na decisão.

As partidas da semifinal acontecem, em princípio, no próximo final de semana. O Londrina encara o Coritiba no Couto Pereira no próximo domingo, às 16 horas, enquanto o Athletico recebe o Rio Branco na Arena da Baixada no sábado, também às 16 horas. Já a decisão do 2º turno do Campeonato Paranaense acontece na quarta-feira (10 de março), às 21h30. 

Guanaes critica comportamento do Athletico: “Falhamos em encarar a partida”

Erick e Matheus Anjos são os únicos que se salvam em goleada sofrida contra o Londrina. Confira as atuações do Athletico

ESCALAÇÕES

Sem poder contar com Vitinho (suspenso por ter levado o 3º cartão amarelo), o técnico Rafael Guanaes promoveu a estreia de Abner, ex-Coritiba. Além disso, diversos jogadores foram poupados, como o zagueiro Paulo André, o meia Marquinho, o goleiro Léo e o atacante Bergson (que ficou no banco de reservas).

No Londrina, o técnico Alemão promoveu duas mudanças na equipe titular. No gol, Matheus Albino fez sua estreia, substituindo Alan. No ataque, Devid ganhou a disputa com Uelber.


O Jogo

Precisando da vitória, o Tubarão entrou em campo disposto a ‘morder’ a equipe do Athletico. Para tanto, o time do norte do Paraná marcava forte a partir do meio de campo, sufocando a saída de bola do adversário. Com a bola, atacava em velocidade, explorando principalmente as jogadas pelo lado esquerdo, com Anderson Oliveira. E a estratégia se mostrou eficiente logo aos quatro minutos, quando Luquinha roubou a bola no meio de campo, avançou com liberdade até a entrada da área e acertou um belo chute colocado: 1 a 0.

Mesmo com o placar aberto, o Londrina
continuou em cima do Athletico, que pouco conseguia explorar as jogadas pelas alas, que deveriam ser a válvula de escape do time, que jogava no 3-5-2. E em mais dois contra-ataques fatais, dois gols do Tubarão: aos 13 minutos, Anderson Oliveira foi derrubado na área por Bruno Rodrigues. Pênalti que Germano não desperdiçou. Já aos 29, cruzamento de Felipe Vieira e gol de Marcelinho.

Parecia um treinamento. Mas com a vantagem construída, o Londrina reduziu o ritmo na etapa inicial. E o Athletico aproveitou para se lançar ao ataque, criando três boas chances em cinco minutos.
Os papéis haviam se invertido.

Aos 10, as primeiras mudanças nas duas equipes: no Londrina, saiu Anderson Leite, lesionado, e entrou Romulo no meio de campo. No Athletico, Abner foi substituído pelo atacante Luiz Fernando, que fez sua estreia pela equipe (foi contratado junto ao Figueirense). Melhor para o time de Curitiba, que conseguiu o gol de honra aos 13 minutos, com Erick.

Na sequência, aso 28 minutos, mais duas alterações no Athletico, com Khellven e Bergson nos lugares de Jáderson e Poveda. No Londrina, Luidy e Marcondes substituíram Marcelinho e Marcondes. E o primeiro, que já passou pelo próprio Furacão, tratou de fechar a conta aos 43 minutos.

LONDRINA 4 x 1 ATHLETICO

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Augusto, Silvio e Felipe Vieira; Germano, Anderson Leite (Romulo) e Luquinha (Marcondes); Marcelinho (Luidy), Anderson Oliveira e Devid. Técnico: Alemão
Athletico:
Gabriel; Lucas Halter, Zé Ivaldo e Eder; Bruno Rodrigues, Erick, Christian, Matheus Anjos e Abner (Luiz Fernando); Jáderson (Khellven) e Poveda (Bérgson). Técnico: Rafael Guanaes
Gols: Luquinha (4-1º), Germano (14-1º), Marcelinho (29-1º), Erick (13-2º) e Luidy (43-2º)
Cartões amarelos:
Luquinha, Marcelinho (L), Abner (A)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior
Público: 1.556 pagantes (1.756 total)
Renda: R$ 46.583,00

Local: Estádio o Café, em Londrina, domingo, às 16 horas

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

4 – Gol do Londrina!
Londrina rouba a bola no meio de campo. Luquinha avança até a entrada da área e bate colocado, no canto, sem chance para o goleiro.

13 – Outro contra-ataque do Tubarão. Bola enfiada por Luquinha para Anderson Oliveira, que entra na área, tenta driblar o goleiro e é derrubado ppor Bruno Rodrigues. Pênalti!

14 – Gol do Londrina! Na cobrança de pênalti, Germano dá uma paradinha e chuta forte no meio do gol. O goleiro pula para o lado e não consegue defender.

21 – Anderson Oliveira dribla Zé Ivaldo e rola para o meio. Devid faz o corta-luz e Luquinha chuta rasteiro buscando o canto. A bola raspa a trave.

22 – Marcelinho recebe na direita, corta Eder e chuta forte, obrigando Gabriel a praticar difícil defesa.

29 – Gol do Londrina! Anderson Oliveira para a passagem de Felipe Vieira. O lateral chega à linha de fundo e cruza rasteiro. Lucas Halter chega a tocar na bola, mas não o suficiente para tirar de Marcelinho, que aparece livre na 2ª trave e empurra para o gol.

Segundo tempo

2 – Jáderson chuta de longe, no canto, e Matheus Albino se estica todo para espalmar.

4 – Gabriel Poveda recebe de Matheus Anjos, dribla Silvio e sai na cara do gol. Matheus Albino sai bem do gol, fecha o ângulo e defende o chute com o peito.

5 – Poveda recebe na área e chuta cruzado. Matheus Albino, de novo ele, salta para defender.

13 – Gol do Athletico! Erick tabela com Matheus Anjos, passa por Silvio e toca na saída do goleiro Matheus Albino.

22 – Bola enfiada para Luquinha no contra-ataque. Ele vê o goleiro adiantado e tenta por cobertura. A bola vai para fora.

23 – Anderson Oliveira recebe na esquerda, pedala para cima do marcador e chuta, mas sem direção.

27 – Matheus Anjos recebe na área e chuta usando a canhota. Matheus Albino voa no canto e defende.

34 – Luidy passa pelo marcador na lateral e cruza para Devid. Embaixo da trave, o atacante manda a bola no travessão.

43 - Gol do Londrina! Luidy tabela com Devid, recebe na área com liberdade e chuta cruzado, em chance para o goleiro!

DESTAQUES DOS EDITORES