Publicidade
Perfil

Mais da metade dos cadastrados do Paraná em site de sugar babies é universitária

(Foto: Divulgação)


Ao completar 20 de existência, o Fundo de Investimento Estudantil (Fies) registrou a mais alta taxa de inadimplência de sua história. De cada cinco estudantes que usaram fundo para pagar a faculdade, três não conseguem quitar suas pendências. Os acordos acumulam uma dívida que atinge mais de R$ 13 bilhões. Especialistas advertem que a chamada geração Y – pessoas nascidas entre meados dos anos 90 até o início de 2000 – pode se ver mergulhada em dívidas em decorrência dos programas de crédito estudantil. Para os jovens que têm como objetivo uma formação universitária para se qualificar no mercado de trabalho, a única opção é buscar alternativas para reverter a situação e não ter que abandonar os projetos de formação acadêmica e de carreira. Desde 2015, a plataforma de relacionamentos MeuPatrocínio vem registrando um crescimento no cadastro de sugar babies de nível universitário. Dos inscritos no site, 76% estão cursando uma faculdade e, destes, 87% em uma instituição privada. Universidade Paulista (UNIP), Pontifícia Universidade Católica (PUC), Estácio e Anhembi Morumbi são as faculdades mais citadas pelos usuários do site, assim como os cursos de direito, administração, enfermagem, pedagogia e medicina. Dos inscritos no Paraná, 53% cursam alguma faculdade e destes, 78% são estudantes de instituição privada.

LEIA MAIS NO BARULHO CURITIBA

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES