Toledo 0x2 Paraná Clube

Maurílio analisa mudanças no esquema tático e na escalação do Paraná Clube

Jogador do Paraná Clube comemoram gol em Toledo
Jogador do Paraná Clube comemoram gol em Toledo (Foto: Divulgação/Paraná Clube/Gabriel Thá)

O técnico do Paraná Clube, Maurílio, avaliou as mudanças feitas após a derrota para o FC Cascavel para a partida dessa quarta-feira, vitória por 2 a 0 sobre o Toledo. Ele trocou do 4-3-3 para o 4-2-3-1. E apostou nos pontas Gustavinho e Thiago Alves. Outra alteração foi Juninho, que vinha jogando como ponta e agora passou a atuar como meia centralizado.

“Tivemos uma evolução mais ofensiva do que defensiva”, disse. “O time teve pouco tempo para treinar nessa formação, mas eles entenderam bem. Fizemos só um trabalho de balanço defensivo e de pressão na saída”, declarou.

Sobre as mudanças na escalação, Maurílio explicou a decisão. “Entraram o Gustavinho e o Thiago, que já vinham mostrando. Entraram no último jogo e foram bem”, comentou. “O processo é devagar. As mexidas na equipe são respeitando o atleta que está saindo. Procuro que o atleta tenha tempo para evoluir dentro da equipe”, argumentou.

Maurílio também comentou sobre as características dos jogadores. “O Gustavinho sempre entra na diagonal, procurando o gol. O Thiaguinho é arisco e acompanha bem o lateral. O Juninho saiu da extrema e foi para o meio. E evoluiu”, comentou.

O treinador também comemorou o resultado em Toledo. “Os jogadores estão mais soltos. Agora a equipe vai se soltar mais, vai ter mais confiança”, disse. “Claro que não podemos achar que está bom o que apresentamos hoje. Importante o resultado, mas temos que evoluir a cada dia que passa”, afirmou.