Copa do Brasil

Modificado, Coritiba perde para o Flamengo e precisa vencer no Maracanã

(Foto: Robson Mafra)
(Foto: Robson Mafra)
(Foto: Robson Mafra)
(Foto: Robson Mafra)
(Foto: Robson Mafra)

O Coritiba perdeu por 1 a 0 para o Flamengo, nessa quinta-feira (dia 10) à noite, no Couto Pereira, na partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira (dia 16) no Maracanã. O gol como visitante não é critério de desempate. Para avançar, o time paranaense precisa de uma vitória por dois gols de diferença. Se vencer por um gol, a decisão será nos pênaltis. A equipe carioca joga com a vantagem do empate. Quem passar, tem vaga nas oitavas de final e vai conhecer o próximo adversário em sorteio.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Coritiba.

COTAS
O Coritiba já acumulou R$ 2,9 milhões em cotas na Copa do Brasil 2021: R$ 560 mil pela 1ª fase, R$ 675 mil pela 2ª e R$ 1,7 milhão pela 3ª. Nas fases anteriores, o time eliminou o União Rondonópolis-MT e o Operário. A cota das oitavas é de R$ 2,7 milhões.

ARBITRAGEM
O Flamengo teve um gol mal anulado pela arbitragem. Aos 41 do 1º tempo, Bruno Henrique recebeu na área e rolou para Rodrigo Muniz marcar o gol. O bandeirinha marcou impedimento. O replay mostrou que não houve irregularidade na jogada.

ESCALAÇÃO DO CORITIBA
As baixas no Coritiba eram o zagueiro Henrique, o volante Jhony Douglas e o ponta Igor Paixão, todos por Covid-19. Outras ausências eram o volante Gustavo Bochecha e o goleiro Alex Muralha, que não podem mais atuar na Copa do Brasil 2021, porque já atuaram por outros clubes na atual edição. As novidades na escalação foram o meia Robinho e o lateral-esquerdo Romário nos lugares do atacante Waguininho e do lateral Natanael. O esquema tático era o 4-3-3, com Willian Farias (centro), Matheus Sales (esquerda) e Val (direita) no meio-campo. Os pontas eram Robinho (esquerda) e Rafinha (direita).

ESCALAÇÃO DO FLAMENGO
No Flamengo, as baixas eram Arrascaeta (seleção uruguaia) e Mauricio Isla (seleção chilena). Gabigol, Pedro, Gerson e Rodrigo Caio, que estavam com a seleção brasileira, também ficaram de fora. Os desfalques por lesão eram Thiago Maia e César. O técnico Rogério Ceni testou positivo para Covid-19 e não veio a Curitiba.

PRIMEIRO TEMPO
Nem sempre as estatísticas contam a história do jogo. Dessa vez, porém, os números do primeiro tempo retratam bem a disputa. O Flamengo teve 71% de posse de bola e finalizou 8 vezes. Marcou um gol aos 15 minutos, após escanteio de Vitinho, falha de Val e cabeceio de Rodrigo Muniz (ex-Coritiba). E teve gol mal anulado aos 41, quando Bruno Henrique tocou para Rodrigo Muniz finalizar na pequena área. A arbitragem marcou impedimento, mas a TV mostrou que não havia irregularidade no lance. Na primeira etapa, o Coxa ficou recuado, levou sufoco e não conseguiu finalizar nenhuma vez. O Flamengo mostrou qualidade na troca de passes e teve facilidade para controlar o jogo.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, o Coritiba retornou com três substituições, com as entradas de Tailson e Waguininho nas pontas e de Dalberto como centroavante. Saíram Matheus Sales, Robinho e Léo Gamalho. O esquema tático mudou para o 4-2-3-1, com Tailson (direita), Rafinha (centro) e Waguininho (esquerda) na linha de três. O jogo mudou radicalmente. O Coritiba avançou e passou a marcar forte a saída de bola adversária. Já nos dois primeiros minutos, conseguiu roubar a bola no ataque duas vezes e arrematar ao gol de Diego Alves. Em pouco tempo, porém, o Flamengo retomou o controle do jogo, mas sem repetir a mesma supremacia do primeiro tempo. Aos 30, Rafinha saiu e Valdeci entrou. O jogo ficou truncado, sem jogadas ofensivas dos dois lados. Aos 46, Nathan Ribeiro recebeu o segundo amarelo no jogo e acabou expulso. Em seguida, Valdeci saiu para a entrada de Wellington Carvalho.

ESTATÍSTICAS
No total dos 90 minutos, o Coritiba teve 5 finalizações (2 certas), 34% de posse de bola e 81% de eficiência nos passes. Já o Flamengo somou 15 finalizações (7 certas), 66% de posse de bola e 90% de eficiência nos passes. Os dados são do site Sofascore.

CORITIBA 0x1 FLAMENGO
Coritiba: Wilson; Igor, Nathan Ribeiro, Luciano Castán e Romário; Willian Farias, Matheus Sales (Tailson) e Val; Rafinha (Valdeci, depois Wellington Carvalho), Robinho (Waguininho) e Léo Gamalho (Dalberto). Técnico: Gustavo Morínigo
Flamengo: Diego Alves; Matheuzinho (Rodinei); Willian Arão, Gustavo Henrique e Filipe Luís; João Gomes (Hugo Moura) e Diego; Vitinho, Everton Ribeiro (Michael) e Bruno Henrique; Rodrigo Muniz. Técnico: Maurício Souza
Gol: Rodrigo Muniz (15-1º)
Expulsão: Nathan Ribeiro (46-2º)
Cartões amarelos: Matheuzinho, Everton Ribeiro, Vitinho (F). Nathan Ribeiro, Romário, Val, Luciano Castán (C).
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Local: Couto Pereira

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
1 - Falta perto da área. Vitinho cobra e a bola desvia na barreira. Wilson defende.
4 - Diego chuta de longe. Wilson espalma no ângulo.
11 - Matheuzinho cruza da direita. Rodrigo Muniz cabeceia. Wilson defende.
13 - Falta na direita. Vitinho cruza. Bruno Henrique cabeceia no centro. Wilson segura.
15 - Gol do Flamengo. Vitinho bate escanteio. Rodrigo Muniz sobe mais que Val e cabeceia no canto.
41 - Bruno Henrique recebe na área e rola para Rodrigo Muniz marcar o gol. A arbitragem anula por impedimento. O replay mostra que não houve impedimento.

Segundo tempo
1 - Everton Ribeiro cruza. Bruno Henrique desvia. Wilson defende.
1 - Waguininho rouba do lateral e chuta do bico da área. O goleiro segura.
2 - Val rouba do zagueiro e chuta da entrada da área. A bola vai ao lado.
13 – Diego chuta de fora da área. Wilson defende.
15 – Dalberto chuta de fora da área. Diego Alves defende.
16 – Vitinho chuta de fora da árae. Wilson espalma no canto.