Série B

Na reestreia do zagueiro Henrique, Igor Paixão brilha e Coritiba vence o Vila Nova

(Foto: Divulgação/ Coritiba)

Não foi uma partida emocionante, repleta de chances de gol, mas foi o suficiente. Jogando no Estádio Aníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia (GO), na noite deste sábado (19 de junho), o Coritiba conseguiu uma importante vitória por 1 a 0 contra o Vila Nova. Igor Paixão, que entrou em campo no 2º tempo, foi autor do solitário gol da vitória, aos 29 minutos, sendo assistido por Waguininho – outro atleta cuja entrada o técnico Gustavo Morínigo promoveu na segunda etapa.

LEIA MAISMorínigo celebra vitória e exalta estreias: ‘Esperamos que seja um início de muito mais’

LEIA MAIS: Waguininho e Igor Paixão entram no 2º tempo e resolvem para o Coxa. Confira as atuações individuais

Com o triunfo, o Coxa encerra uma sequência de quatro jogos sem vitória (duas derrotas diante do Flamengo, pela Copa do Brasil; uma contra o Botafogo, pela Série B; e um empate contra o Londrina, também pela Segundona). Com sete pontos conquistados em quatro rodadas do Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão, o time do Alto da Glória aparece na oitava posição, com um jogo a menos em relação à maior parte das equipes que estão na sua frente. Já o Vila Nova, com cinto pontos, aparece em 14º.

Na próxima terça-feira, o time paranaense joga no Couto Pereira, às 21h30, contra o Vitória. Os goianos jogam no mesmo dia, às 16h30, contra o Confiança, no Batistão.

ESTREIA

A principal novidade no Coritiba neste sábado foi o zagueiro Henrique, que reestreou pelo clube 13 anos depois de ser vendido ao Palmeiras e passar por clubes como Corinthians, Bayer Leverkusen (Alemanha) e Napoli (Itália). E logo em seu primeiro jogo nesta segunda passagem pelo Alto da Glória (a primeira foi entre 2006 e 2008), o defensor realizou sua 100ª partida com a camisa alviverde.

ESCALAÇÕES

Em relação à derrota contra o Flamengo, que eliminou o Coritiba da Copa do Brasil no meio de semana, o técnico Gustavo Morínigo realizou seis mudanças na equipe alviverde. Na zaga, Wellington Carvalho deixou o onze inicial para a reestreia de Henrique. Na lateral-esquerda, Guilherme Biro ganhou uma chance no lugar de Romário. Na volância, Gustavo Bochecha, outro estreante, assumiu a posição que era de Val. E no setor ofensivo, Robinho, Waguininho e Igor Paixão foram preteridos por Rafinha, Valdeci e Léo Gamalho.

Pelo lado do VIla Nova, o técnico Wagner Lopes teve desfalques importantes, como Rafael Donato e Dudu. A principal novidade no colorado foi o atacante Alesson, revelado pelo Paraná Clube e contratado recentemente junto ao Bahia, que fez sua estreia.

PRIMEIRO TEMPO

O Coxa começou a partida mais ofensivo, pressionando no campo de ataque, mas tinha dificuldade em criar jogadas de perigo. Não à toa, o time apelaria para os chutes de média e longa distância para tentar levar perigo contra a meta de Georgemy e assim quase abriu o placar aos 22 minutos, em chute de Valdeci que obrigou grande defesa do goleiro colorado.

Aos poucos, porém, a equipe mandante foi ficando mais tempo com a bola e ganhando campo. O gol quase saiu aos 33, em cruzamento de Kelvin que Alesson cabeceou à queima-roupa, obrigando grande defesa de Wilson e, na sequência, uma 'salvada' de Henrique, que tirou a bola quase embaixo da trave. Aos 45, mais uma chance para o Vila Nova, com Pedro Júnior fazendo o goleiro alviverde trabalhar mais uma vez.

SEGUNDO TEMPO

Logo na volta do intervalo, a primeira mudança no Vila Nova, com o atacante Cardoso no lugar de Pedro Jr. Aos 19, foi vez de Cássio Gabriel, outro estreante, substituir Renan Mota.

Pelo Coritiba, Gustavo Morínigo fez logo de cara três substituições, aos 16 minutos, com os volantes Willian Farias e Val e o meia-atacante Igor Paixão substituindo Gustavo Bochecha, Matheus Sales e Valdeci. Aos 23, Waguininho entrou na vaga de Dalberto.

A partida, porém, seguiu madorrenta, com pouca criação dos dois lados e muitos erros de passe na intermediária. Até que Rafinha, aos 23 minutos, acertou um belo lançamento para Waguininho, que escapou pela direita e cruzou para Igor Paixão abrir o placar. As mudanças de Morínigo, enfim, surtiram efeito.

Com seu time atrás do placar, Wagner Lopes ainda apostou, aos 35 no meia João Pedro no lugar do volante Deivid para buscar o empate, e aos 40 em Matheus Porto e Fernandinho nas vagas de Alesson e Kelvin. Morínigo respondeu com Robinho substituindo Rafinha e o cenário de jogo pouco mudou, com o Coxa só administrando o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA

Vila Nova 0 x 1 Coritiba

Vila Nova: Georgemy; Pedro Bambu, Renato, Walisson Maia e Willian Formiga; Deivid (João Pedro) e Arthur Rezende; Kelvin (Fernandinho), Renan Mota (Cássio Gabriel) e Alesson (Matheus Porto); Pedro Jr (Cardoso). Técnico: Wagner Lopes
Coritiba: Wilson; Igor, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Gustavo Bochecha (Val) e Matheus Sales (Willian Farias); Rafinha (Robinho), Valdeci (Igor Paixão) e Dalberto (Waguininho); Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo
Gols: Igor Paixão (29-2º)
Cartões amarelos: Rafinha, Gustavo Bochecha (C);
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior (AM)
Local: Estádio Aníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia (GO), sábado (19 de junho) às 21 horas

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

22 – Valdeci avança da direita para o meio e chuta forte de canhota, da entrada da área. Georgemy se estica todo e salva o que seria um golaço do Coritiba.

33 - Cruzamento de Kelvin da direita para a segunda trave, Alesson cabeceia à queima-roupa e Wilson faz grande defesa. A bola ainda ia em direção ao gol, mas Henrique tira ela quase embaixo da trave.

38 – Rafinha aciona Guilherme Biro dentro da área, pela esquerda. O lateral bate cruzado, Luciano Castán chega a desviar, mas não consegue mirar pro gol.

45 - Pedro Júnior recebe na intermediária e arrisca um chute de longe, com muita força. Wilson defende com uma manchete.

Segundo tempo

3 – Valdeci recebe na direita, próximo da área, e arrisca o chute de longe, por cima do gol.

26 – Alesson domina na entrada da área e chuta. Wilson defende e os jogadores do Coxa reclamam de um toque de mão do meia-atacante na hora de dominar.

28 – Cruzamento da direita encontra Alesson bem posicionado dentro da área. O atacante sobe e cabeceia,

29 – Gol do Coritiba! Rafinha lança para Waguininho na direita. O atacante cruza rasteiro para Igor Paixão, que domina dentro da área, gira e chuta no canto, sem chance para o goleiro.