Oportunidade

Negras e negros são convidados a participar em programa de capacitação do Sistema Fiep 

Apesar de serem maioria entre os brasileiros, representando 54,6% da população, de acordo com dados do IBGE, os pretos e pardos ainda enfrentam muitas dificuldades no mercado de trabalho. Quando se fala em número de trabalhadores formais no Brasil, por exemplo, os brancos são maioria, ocupando 56,5% das vagas, conforme dados do Ministério da Economia, citados no estudo “Rotas Diversidade e Longevidade 2035”, publicado em 2019 pelo Centro de Inovação Sesi em Longevidade e Produtividade (CIS). Com base nesse contexto e sabendo da importância de promover a diversidade, a inclusão e a equidade racial no mercado de trabalho, o Sistema Fiep, por meio do CIFAL Curitiba e o CIS, lança o Programa de Inclusão de Jovens Negras e Negros no Mundo do Trabalho. 

“Por compreender a importância da diversidade nas empresas e considerando o panorama brasileiro, de poucas oportunidades para esses jovens, o Sistema Fiep está implantando o programa para contribuir com a inclusão não só no mercado de trabalho, mas na sociedade como um todo. Com essa iniciativa, o Sistema Fiep pretende atuar em dois eixos: de um lado, oferecendo formação profissional para jovens negras e negros; de outro, desenvolvendo um trabalho de sensibilização junto às empresas, especialmente indústrias”, explica Maria Cristhina Rocha, Gerente Executiva de Projetos Institucionais do Sistema Fiep. 

Voltado a jovens de 15 a 21 anos com autodeclaração racial preta ou parda,  o programa vai oferecer três meses de curso de iniciação profissional, com aulas em formato EaD, além de apoio para a inserção no mercado de trabalho. A formação também servirá como preparação para o curso de Aprendizagem Industrial, que deve ser realizado posteriormente, quando já tiverem vínculo como aprendiz em alguma empresa. Para participar, os jovens devem procurar as unidades de CRAS ou CREAS de seu município, até o dia 19 de março - são 100 vagas para todo o Paraná. Ou podem realizar a inscrição pelos links: https://forms.office.com/Pages/ResponsePage.aspx… (Curitiba e Região Metropolitana) 

https://forms.office.com/Pages/ResponsePage.aspx… (demais regiões do Estado) 

Benefícios para as empresas parceiras

Já as empresas que aderirem ao programa receberão capacitação voltada à temática da diversidade, inclusão e equidade racial no mercado de trabalho. Para as empresas interessadas, será realizada uma apresentação no dia 31 de março, inscrições no link: formulário online

O programa é aberto para empresas de qualquer porte e setor, especialmente indústrias. Não é necessário que tenham um programa de aprendizagem estabelecido, porém a legislação brasileira determina que todos os estabelecimentos com pelo menos sete empregados devem ter entre 5% e 15% de seu quadro de funcionários formado por aprendizes. 

O Programa reafirma o compromisso do Sistema Fiep com a diversidade, com a inclusão social, com a produtividade e com o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), em especial os ODS 4 – Educação de Qualidade, 5 – Igualdade de Gênero, 8 – Trabalho Decente e Crescimento Econômico, 10 – Redução das Desigualddes e 17 – Parcerias e Meios de Implementação .

Mais informações: info@cifalcuritiba.org.br

Sobre o CIFAL Curitiba

Presente no Brasil desde 2003, o Centro Internacional de Formação de Autoridades e Líderes (CIFAL) é uma iniciativa da Divisão para Pessoas e Inclusão Social do Instituto das Nações Unidas para Treinamento e Pesquisa (UNITAR). O órgão é responsável por desenvolver programas de capacitação e promover cooperações técnicas que contribuam para o desenvolvimento sustentável e o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS). Desde 2009, o CIFAL Curitiba é uma parceria formada pelo UNITAR e o Sistema Fiep, sendo parte da Rede CIFAL, formada atualmente por 20 centros espalhados pelos cinco continentes. 

SOBRE O SISTEMA FIEP

O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva.