História

Nikão iguala Paulo Rink e Fernandinho na tabela de artilheiros do Athletico na Série A

Nikão: maior artilheiro do Athletico na história da Copa Sul-Americana, empatado com Pablo
Nikão: maior artilheiro do Athletico na história da Copa Sul-Americana, empatado com Pablo (Foto: Divulgação/Athletico.com.br/Mauricio Mano)

O meia Nikão, 28 anos, marcou seu 15º pelo Athletico Paranaense em edições do Campeonato Brasileiro na última quarta-feira (dia 18), na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG. Com essa marca, ele fica na 18ª posição entre os maiores artilheiros do clube na primeira divisão nacional, dividindo esse lugar os atacantes Lima e Paulo Rink e o meio-campista Fernandinho.

Entre os meio-campistas, Nikão é o 8º maior artilheiro do Furacão na história do Brasileirão, atrás de Paulo Baier, Alan Bahia, Ferreira, Sicupira, Jadson, Adriano Gabiru e Marcinho.

OS MAIORES ARTILHEIROS DO ATHLETICO

Na história do Campeonato Brasileiro (1971-2020)



Jogador

Gols

Jogos

Minutos por gol

Kléber Pereira

50

89

155

Alex Mineiro

38

102

207

Washington

34

38

100

Paulo Baier

33

109

260

Dagoberto

27

94

271

Marcelo Cirino

26

125

323

Éderson

25

70

170

Alan Bahia

23

193

680

Ilan

23

66

190

10º

Pablo

22

92

316

10º

David Ferreira

22

118

444

12º

Pedro Oldoni

20

60

141

12º

Sicupira

20

54

225

14º

Jadson

18

48

226

15º

Adriano Gabiru

18

120

534

16º

Dênis Marques

17

67

255

17º

Marcinho

16

61

276

18º

Lima

15

26

136

18º

Nikão

15

146

709

18º

Paulo Rink

15

48

225

18º

Fernandinho

15

72

316

22º

Finazzi

14

25

117

22º

Kléberson

14

118

618

24º

Washington

13

23

157

25º

Walter

12

59

312

25º

Douglas Coutinho

12

74

309

25º

Oséas

12

19

134

Nikão chegou ao Athletico em 2015 e participou do período mais vitorioso da história do clube, com as conquistas da Copa Sul-Americana de 2018 e da Copa do Brasil de 2019. No total, soma 33 gols em 239 partidas pelo clube, com 110 vitórias, 57 empates e 72 derrotas.

Na maior parte do tempo, o canhoto Nikão atuou como extremo pela direita (meia ofensivo pelo lado do campo) no Athletico. Em raros momentos foi escalado como meia centralizado. E foi o que ocorreu na quarta-feira, quando atuou pelo centro, perto do centroavante Renato Kayzer, com Fernando Canesin atuando como extremo pela direita.

SUL-AMERICANA
Nikão é o maior artilheiro do Athletico na história da Copa Sul-Americana, com cinco gols em 15 jogos — ele atuou nas edições 2015 (um gol) e 2018 (quatro gols). Ele divide esse posto com o atacante Pablo (hoje no São Paulo), que fez cinco gols em 12 partidas na edição 2018.