Publicidade
Campeonato Paranaense

No retrospecto, Operário leva a melhor sobre o Athletico na Arena da Baixada

Madson tenta o chute contra Ivan, do Operário: vitória do Fantasma em 2011
Madson tenta o chute contra Ivan, do Operário: vitória do Fantasma em 2011 (Foto: Valquir Aureliano)

O Athletico Paranaense enfrenta nesta quarta-feira (dia 19) às 21h30, na Arena da Baixada, o Operário Ferroviário, de Ponta Grossa, pela 3ª rodada da Taça Dirceu Krüger – o 2º turno do Campeonato Paranaense.

O time da capital vai enfrentar um velho fantasma da Arena da Baixada. Nas três vezes que jogou no estádio, construído em 1999, o time de Ponta Grossa venceu duas e só perdeu uma vez. Os dois primeiros confrontos ocorreram em 2010, ambos pelo Paranaense.

Na primeira fase, o time comandado pelo técnico Antonio Lopes perdeu por 2 a 1, com gol de Netinho para o Furacão, e do meia Davi Ceará e o lateral-direito Lisa para o clube do Interior.

Antonio Lopes deixou o Athletico ainda em março daquele ano. Assumiu o auxiliar Leandro Niehues, como interino, e comandou o time na segunda fase (o octogonal final). Com ele no comando, o Furacão venceu por 3 a 2 o Operário na Arena da Baixada, com dois gols de pênalti do volante Alan Bahia e um do centroavante Patrick, em chute de fora da área. Os atacantes Baiano e Clênio descontaram para o Fantasma. O time da capital terminou aquela competição em 2º lugar e a equipe de Ponta Grossa, em 5º.

Em 2012, o Athletico, do técnico Geninho, perdeu por 2 a 0 para o Operário na Arena da Baixada, com gols dos atacantes Mateus e Ícaro. A partida ficou marcada pela grande atuação do goleiro Ivan (hoje com 34 anos e atuando pela Chapecoense).

O time da capital só começou a levar a melhor sobre o Operário depois do fechamento da Arena para obras para a Copa do Mundo de 2014. Em 2012, o Furacão usou a Vila Capanema para aplicar 5 a 0 no time de Ponta Grossa. Em 2013 e em 2014, o Athletico jogou no Ecoestádio e não perdeu para o Operário (uma vitória e um empate).

Veja abaixo as fichas técnicas desses confrontos

ATHLETICO x OPERÁRIO NA ARENA

PARANAENSE DE 2010, 2ª rodada, 20 de janeiro
Athletico 1x2 Operário
Atlético: Neto; Rhodolfo, Manoel e Chico; Raul, Renan, Alan Bahia, Netinho (Kaio) e Márcio Azevedo; Wallyson (Marcelo) e Patrick (Bruno Mineiro). Técnico: Antonio Lopes
Operário: Danilo; Lisa, Grafite, Flamarion e Digão; Silvio, Serginho Paulista, Juninho (Davi Ceará) e Serginho Catarinense; Dyego Souza (Marquinhos) e Léo Gazolla (Douglas). Técnico: Norberto Lemos
Gols: Netinho (43-1, dentro da área, passe de Patrick), Davi Ceará (36-2, dentro da área) e Lisa (44-2, dentro da área)
Público: 10.586 pagantes
Local: Arena

PARANAENSE DE 2010, 4ª rodada, 2ª fase (octogonal final), 7 de abril
Athletico 3x2 Operário
Atlético: Neto; Manoel (Bruno Furlan), Rhodolfo e Chico; Raul (Netinho), Valencia, Alan Bahia, Paulo Baier e Márcio Azevedo; Bruno Mineiro (Patrick) e Tartá. Técnico: Leandro Niehues
Operário: Osmar; Lisa, João Renato, De Lazzari e Gilson; Dário, Serginho Paulista, Serginho Catarinense e Davi Ceará; Baiano (Rafael Leandro) e Clênio (Dyego Souza). Técnico: Caçapa
Gols: Baiano (7-1, pênalti, cometido por Rhodolfo), Alan Bahia (49-1, pênalti, sofrido por Rhodolfo), Alan Bahia (14-2º, pênalti, toque de mão de Gilson, após cabeceio de Rhodolfo), Clênio (7-2, dentro da área) e Patrick (20-2, fora da área, passe de Valencia)
Expulsão: Gilson (13-2º)
Público: 7.604 pagantes
Local: Arena

PARANAENSE DE 2011, 4ª rodada, 2º turno, 19 de março
Athletico 0x2 Operário
Atlético: Renan Rocha; Manoel (Wagner Diniz), Gabriel, Flávio e Paulinho; Vítor (Kleberson), Robston (Adaílton), Paulo Baier e Madson; Guerrón e Nieto. Técnico: Geninho
Operário: Ivan; Lisa, André, Alisson e Edson Grilo (Rodolfo); Zé Leandro, Serginho Paulista, Cambará (Serginho Catarinense) e Ceará; Mateus (Diego Martis) e Ícaro. Técnico: Amilton Oliveira
Gols: Mateus (12-1, cabeça, após escanteio) e Ícaro (35-1, dentro da área)
Expulsão: Ceará
Público: 10.007 pagantes
Local: Arena


ATHLETICO x OPERÁRIO EM OUTROS ESTÁDIOS DE CURITIBA

PARANAENSE DE 2012, 2ª rodada, 2º turno, 3 de março
Athletico 5x0 Operário
Atlético: Rodolfo; Adriano, Manoel, Bruno Costa e Héracles; Deivid (Paulo Baier), Renan Foguinho e Harrison; Bruno Furlan (Léo), Bruno Mineiro (Guerrón) e Marcinho. Técnico: Carrasco
Operário: Felipe (Silvio); Rogério Souza (Saymon), Henrique, Neguete e George; Goiano, Patrick, Marcelo Costa e Ceará e William; Ícaro (Osmar). Técnico Lio Evaristo
Gols: Bruno Furlan (31-1, pênalti, sofrido por Bruno Mineiro), Harrison (34-1, dentro da área, passe de Bruno Mineiro), Marcinho (37-1, dentro da área, passe de Harrison), Guerrón (17-2, dentro da área, passe de Marcinho) e Marcinho (46-2, dentro da área, passe de Guerrón)
Público: 3.713 pagantes
Local: Vila Capanema

PARANAENSE DE 2013, 11ª rodada, 3 de março
Athletico 3x0 Operário
Atlético: Santos; Renato, Erwin, Bruno Costa (Rafael Zuchi) e Héracles; Renan Foguinho, Hernani, Zezinho e Harrison; Douglas Coutinho (Bruno Pelissari) e Júnior de Barros (Edigar Junio). Técnico: Arthur Bernardes
Operário: Silvio; Maicon, Almir Dias, Edimar e Alex Kazumba; Jácio, Patrick (Pedrinho), Edson Grillo (Adoniran), Rone Dias (João Paulo) e Sandro; Paulo Sérgio. Técnico: Paulo Turra
Gols: Erwin (2-1, cabeça, falta cobrada por Zezinho), Junior de Barros (25-1, dentro da área, passe de Renato) e Douglas Coutinho (27-2, fora da área)
Público: 2.136 pagantes
Local: Ecoestádio

PARANAENSE DE 2014, 3ª rodada, 25 de janeiro
Athletico 1x1 Operário
Atlético: Rodolfo, Jean Felipe, Tárik, Lucas Alves e Léo Pereira (Sidcley); Juninho, Otávio e Marcos Guilherme; Douglas Coutinho, Guilherme (Bruno Furlan) e Dominic.. Técnico: Petkovic
Operário: Marcelo Rangel; Correia (Victor Hugo), Rene, Basso e Alex; Sidnei, Richardson e Marquinhos; Andrezinho (Abuda), Lucas Batatinha (Pedrinho) e Icaro. Técnico: Gilberto Pereira
Gols: Marcos Guilherme (10-1, cabeça, cruzamento de Léo Pereira) e Lucas Batatinha (43-1, dentro da área)
Local: Ecoestádio

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias