Publicidade
Pandemia

Paraná Clube consegue liberação para treinar e Coritiba não muda rotina

Treino do Paraná Clube no CT Ninho da Gralha, antes da pandemia
Treino do Paraná Clube no CT Ninho da Gralha, antes da pandemia (Foto: Divulgação/Paraná Clube/Rui Santos)

O decreto do Governo do Estado restringindo atividades não essenciais, divulgado na última terça-feira (dia 30), colocou em risco os treinamentos de Coritiba e Paraná Clube. Os clubes têm seus centros de treinamento na Região Metropolitana de Curitiba (em Colombo e Quatro Barras) e vinham trabalhando desde maio seguindo protocolos especiais de saúde, para evitar a propagação do coronavírus.

Apesar da decisão do governo estadual, as prefeituras podem definir outras regras sobre essa questão. A Prefeitura de Quatro Barras autorizou nessa quarta-feira (dia 1º) os treinos do Paraná Clube no CT Ninho da Gralha, desde que medidas de segurança continuem sendo adotadas, como treinamentos em pequenos grupos de jogadores, uso de máscaras por profissionais e exames de rotina.

O decreto da Prefeitura de Quatro Barras é válido até a próxima segunda-feira (6). Na terça-feira (dia 30), o Paraná divulgou que fez exames com profissionais do departamento de futebol e jogadores, e que todos testaram negativo.

Já o Coritiba seguiu treinando normalmente nesta quarta-feira (dia 1º) em Colombo, no CT da Graciosa. O clube não se pronunciou oficialmente sobre o decreto do Governo do Estado e segue trabalhando com protocolo de segurança.

O Athletico tem o centro de treinamento em Curitiba e, por isso, deixou de divulgar informações sobre treinos e resultados de exames. A Prefeitura da capital paranaense proibiu treinamentos em clubes esportivos.

Na segunda-feira, vazou a informação que oito profissionais do Athletico testaram positivo para Covid-19.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES