Publicidade
Drogas sintéticas

Polícia Federal prende em Curitiba distribuidor nacional de Ecstasy

 A Polícia Federal deflagrou nesta manhã de quarta-feira, 17, a Operação Hipster visando prender responsáveis pela produção e distribuição de Ecstasy para vários estados do Brasil, desde Curitiba.Quatro pessoas foram presas em Curitiba. 25 Policiais Federais cumpriram ainda 5 mandados de busca e apreensão. Entre os presos está um estudante universitário que é apontado como o responsável pelo esquema montado.

A investigação teve início a partir de informações recebidas relativas à compra de uma prensa para a produção de drogas e diversas remessas postais contendo comprimidos de Ecstasy numa agência dos Correios em Curitiba. O DEA (órgão que combate as drogas nos Estados Unidos) deu apoio com informações.

Durante a investigação, num período de dois meses, foram identificados o envio de pelo menos 80 envelopes e grande movimentação de recursos financeiros na conta corrente do suspeito que ultrapassou os R$ 500 mil num período de 10 meses.

Ainda de acordo com as ivestigações, além do estudante um casal, também preso, era o responsável por fazer a comercialização da droga em festas realizadas na região.

Os presos forma conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba onde permanecerão à disposição da justiça e se condenados poderão ter penas superiores a 20 anos de prisão.
 

DESTAQUES DOS EDITORES