“Tão longe, tão perto”

Projeto da UTFPR oferece atividades gratuitas sobre design durante a pandemia

(Foto: Reprodução)

Lives, cursos e grupos de estudo sobre design, artes e áreas criativas. Essas são as atividades ofertadas, de maneira gratuita para todas as pessoas interessadas, pelo projeto “Tão longe, tão perto”, movimento desenvolvido por professores, estudantes e técnicos administrativos do curso de Design da Universidade Federal do Paraná (UTFPR). O projeto, que teve início em julho, surgiu com o objetivo de aproximar, de maneira virtual, estudantes, professores e comunidade externa neste período de pandemia.

De acordo com um dos coordenadores do projeto, o professor Marco Mazzarotto, o embrião da ideia surgiu de conversas com outros docentes do Departamento Acadêmico de Desenho Industrial da UTFPR (DADIN). “Estávamos com receio de perder o contato com os estudantes do curso em função do cancelamento por tempo indeterminado das aulas presenciais. Surgiu então a ideia de um grande evento online e colaborativo, que abordasse assuntos relacionados ao design, de forma leve e descontraída”, conta Mazzarotto. O nome “Tão longe, tão perto” representa essa reaproximação virtual, mesmo com a distância física exigida no momento.

O projeto, que começou em julho, já promoveu mais de 130 atividades, incluindo cursos, lives e grupos de estudos. Apesar do design integrar a temática da maior parte dos encontros, os assuntos abordados vão além: arte, teatro, saúde mental, tecnologia e até literatura já fizeram parte das discussões.

Até agora, mais de 3 mil pessoas de todo o Brasil já participaram da programação oferecida. “A recepção do público foi surpreendente. Diria mais, que ela foi transformadora na forma como os envolvidos passaram a enxergar a universidade e as possibilidades de colaboração entre si e com a comunidade externa”, diz Marco.

“As atividades estão tendo uma procura muito maior do que costumavam ter quando eram limitadas à participação física na sede da UTFPR. E não só o número de participantes que aumentou ao longo dos meses, mas também a origem deles. Se antes as atividades eram muito limitadas a estudantes de design da UTFPR, agora vemos uma participação de estudantes de outros cursos e da comunidade externa, de várias partes do Brasil”, completa.

Respiro em meio à quarentena

De acordo com os organizadores do projeto, muitos participantes relataram que o evento tem os ajudado a passar por esse momento atípico de afastamento social. É o caso de Kessia Laíse de Oliveira, estudante de Design da UTFPR, que além de acompanhar as atividades do Tão longe, tão perto, atua na organização do projeto. “O evento nos provoca novas formas de pensar, criar e desenvolver, e traz visões otimistas para o futuro. Conversei com muitas pessoas que encontraram no projeto uma oportunidade de manter a cabeça ocupada com coisas legais nesse período difícil de pandemia, conhecer novas pessoas e ainda aprender sobre design”, diz a estudante de Design da UTFPR.

Programação e inscrições

Qualquer pessoa interessada pode se inscrever para os cursos e grupos de estudos ou acompanhar as lives no Youtube do projeto. A programação completa e links de inscrição estão disponíveis no site do Tão longe, tão perto. Mais informações também podem ser conferidas nas páginas no Instagram e Facebook do projeto. Mais de 40 lives, que ficam gravadas, podem ser acessadas no canal do Youtube do projeto.

SERVIÇO

Tão longe, tão perto

Data: até 13 de novembro

Programação e inscrições: https://taolongetaoperto.com/

Gratuito