Mapeamento

Quatro regiões de Curitiba preocupam por taxa de mortalidade por Covid-19 acima da média. Veja quais

(Foto: Itamar Crispin/Fiocruz)

Duas regiões de Curitiba preocupam mais a secretaria municipal de saúde sobre o Covid-19 por apresentarem coeficiente de incidência (por 100 mil habitantes) superior à média registrada em Curitiba, que está em 2.214,3, e por apresentarem maior taxa de mortalidade. As regionais com maior incidência de casos são Pinheirinho, com coeficiente de 2.564,9 e Matriz, com 2.322,3. segundo Painel Covid-19 Curitiba apresentado na última sexta (25).

A regional Matriz apresenta a maior taxa de mortalidade para coronavírus em Curitiba. 9,3, enquanto a média em Curitiba é de 6,4 por 10 mil habitantes. Outros três regionais também apresentam taxa de mortaldiade preocupante e acima da média da cidade: Pinheirinho (7,5) , Boqueirão (7) e Cajuru (6,7).

 

Boletim atualizado: Mortes de 26 a 100 anos

Curitiba registrou nesta sexta-feira (25/9) 326 novos casos de Covid-19 e 11 óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da Secretaria Municipal da Saúde. As novas vítimas são cinco homens e seis mulheres, com idades entre 26 e 100 anos. Nove destes óbitos ocorreram nas últimas 48 horas. Até agora são 1.246 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Bandeira amarela

Curitiba vai voltar para a bandeira amarela já neste domingo (27). O anúncio foi feito durante a live de divulgação do boletim da Covid-19 nesta sexta-feira (25). Curitiba estava na badeira amarela desde o feriado da Independência e da padroeira da Capital. A decisão foi tomada pelo Comitê de Técnica e Ética Médica da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Segundo a secretária da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, a decisão de voltar para a bandeira amarela já neste domingo é uma forma de ajudar as atividades. Com isso, supermercados, shoppings, restaurantes, a feira do Largo da Ordem, entre outros, podem funcionar neste domingo. "Estamos entrando em uma fase de estabilização", disse.