Publicidade
Série B

Rafinha chora, elogia técnico do Coritiba e critica outros treinadores

Rafinha comemora gol do Coritiba contra o São Bento
Rafinha comemora gol do Coritiba contra o São Bento (Foto: Valquir Aureliano)

O meia-atacante Rafinha, 35 anos, chorou ao marcar o gol da vitória do Coritiba sobre o São Bento, nessa terça-feira (dia 16). Foi o primeiro dele desde que retornou ao clube.

Após o apito final, os jogadores correram em direção ao banco de reservas e abraçaram o técnico Umberto Louzer. Rafinha explicou essa atitude e fez elogios rasgados ao treinador. “Em toda minha carreira é difícil alguém que trabalhe assim. Outros treinadores só trabalham dois, três dias da semana. Ele trabalha todos os dias e não merecia passa por isso. Dedico essa vitória e esse gol para ele”, declarou o jogador.

Já o técnico do São Bento, o ex-volante Doriva, criticou a arbitragem. “O gol foi irregular. A bola pegou na mão do Rodrigão. Todo mundo tem que vir isso”, disse, em relação ao primeiro gol do Coritiba. Na transmissão do Sportv, o ex-árbitro Sálvio Spinola disse que a bola não tocou no braço do jogador do Coxa e que o lance foi legal.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES