Publicidade
Chrystyan Kishida

Saiba como remover o glitter pós-Carnaval das roupas

Se tem um item que não faltou nesse Carnaval nos foliões foi muito glitter, todos usaram para compor os looks. Eles foram de pequenos a grandes, de plástico a biodegradáveis, entre outros. Mas o que sabemos é que na hora de tirá-los é um sofrimento e tanto, pois ficam impregnados e não querem sair de forma alguma tanto do corpo, quanto da roupa.


Pensando nisso, a Lava e Leva separou dicas infalíveis para remover os brilhos sem sofrimento e sem danificar a roupa:
1- Um truque imbatível é a fita adesiva. Corte um pedaço dela e vá colando na roupa onde está a maior concentração do glitter. Em seguida, use o rolo de retirar pelos, para fazer a limpeza completa;
2- Use spray de cabelo nas partes onde deseja limpar, e deixe secar, isso irá fazer com que o brilho desgrude da roupa, depois é só sacudir e estará finalizado;
3 - Passar secador, irá fazer com que eles caiam no chão, após isso é só aspirar o local e pronto;
4- Feito qualquer um dos processos acima, pode ser colocado para lavar na máquina, mas sem contato com outras peças, para que elas não sejam sujas também. É importante que o interior da lavadora seja limpo, a fim que não fique nenhum vestígio.
5- Nunca se deve esfregar a peça de roupa, pois irá danificar e perder a sua maciez.

Pucci se reinventa com moderna mistura de sofisticação e sportswear pela direção de Christelle Kocher
A temporada do inverno 2020 em Milão marcou a estreia de uma nova fase na Emilio Pucci, com a estreia da estilista francesa Christelle Kocher como designer convidada desta coleção da marca. Apontada como um talento emergente em concursos, como o LVMH Prize, a diretora criativa da Koché, lança seu moderno olhar sobre o imaginário da Pucci.
Numa busca por inovação em design, pelo poder da juventude e auto-expressão, o inverno da Pucci apresenta roupas de inspiração esportiva produzidas em materiais sofisticados, como sedas e rendas, mistura o luxo da noite com a energia das ruas e inova ao trazer até looks masculinos à passarela. Também reinterpreta os arquivos da casa, do monograma a uma dupla de estampas icônicas, Lupa e Selva, lançadas na coleção Palio, desenhada por Emilio Pucci em 1957.

Christelle explora uma cartela de cores que passeia por tons de verde e lilás suaves até azul e pink elétricos. Entram em cena ainda muitas pérolas, laços, rendas, misturas de estampas, slipdresses, bermudas amplas, jeans, joggers, camisas com assimetrias e vestidos bordados com pétalas.

“Devo minha carreira a uma mulher, por isso farei meu trabalho para torná-las mais bonitas, facilitar suas vidas e fazer seus armários muito mais coloridos”, declarou o marquês Emilio Pucci. Christelle Kocher verdadeiramente incorporou e reinterpretou essa mentalidade no processo de design.


O inverno 2020 de Emilio Pucci é uma coleção que abre alas para que a estética Pucci transcenda o tempo e decifre o espírito de nosso tempo. A coleção desembarca no Brasil no cjfashion.com em setembro deste ano.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES