Assine e navegue sem anúncios [+]
Campeonato Brasileiro

Sem criatividade, Coritiba perde para o Internacional no Couto Pereira e larga com o pé esquerdo no Brasileirão

Uma sequência de decepções. Depois perder o Campeonato Paranaense para o Athletico no meio de semana, o Coritiba estreou neste sábado (8 de agosto) no Campeonato Brasileiro. Jogando contra o Internacional num Couto Pereira vazio por conta da pandemia de coronavírus, o time de Eduardo Barroca teve um desempenho sofrível, especialmente no segundo tempo, e acabou derrotado por 1 a 0, gol marcado por Guerrero aos 27 minutos da etapa final.

O Coxa sofre a terceira derrota consecutiva na temporada (antes perdeu por 0 a 1 e 1 a 2 as partidas finais do Paranaense) e escancara a dificuldade do time no setor ofensivo, uma deficiência que fica ainda mais em evidência com o desfalque do meia-atacante Rafinha, que se lesionou gravamente aos 37 anos e só deve voltar a jogar em 2021.

Por outro lado, o placar reabilita o Colorado, que também vinha de decepção contra seu principal rival no Estadual: levou 2 a 0 do Grêmio e viu cair qualquer chance de chegar à decisão do Campeonato Gaúcho. 

VEJA MAIS SOBRE A PARTIDA

Surpresa na escalação do Coxa, goleiro Wilson é dos poucos que se salva em derrota. Confira as atuações

Eduardo Barroca diz que substituições fizeram a diferença: 'Perdemos no detalhe'

Agora, o time do Alto da Glória volta a campo pelo nacional na próxima quarta-feira (12), para enfrentar o Bahia em Pituaçu, às 20h30. O Inter, por sua vez, joga na quinta (13) contra o Santos, no Beira-Rio.

Escalações

Eduardo Barroca promoveu três mudanças na equipe titular do Coritiba: no gol, Alex Muralha saiu para a entrada de Wilson; na zaga, Rhodolfo foi poupado por conta do desgaste muscular e Rodolfo Filmenos ganhou uma oportunidade; no meio de campo, Thiago Lopes, que sofreu um trauma no pé, foi substituído por Ruy.

Neilton, principal contratação da equipe paranaense para o Brasileirão, ainda aprimora a parte física e não deve ser utilizado nas primeiras rodadas da competição.

No Internacional, Eduardo Coudet também apresentou uma equipe com suspresas, com as entradas de Patrick. Rodrigo Lindoso, Praxedes e William Pottker nos lugares de Boschilia, Damián Musto (desconforto muscular), Edenílson (entorse no tornozelo direito) e Thiago Galhardo.

O Jogo

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio entre as equipes, num confronto com pouca contundência de ambos os lados. O Internacional até teve mais posse de bola (63%) e também finalizou mais (4 contra 2), dando trabalho ao goleiro Wilson em duas ocasiões, mas a melhor oportunidade de gol foi do Coritiba, que viu uma bola parar no travessão aos 38 minutos, após chute de fora da área de Matheus Galdezani.

Na volta para o segundo tempo, nenhuma substituição nos times. Os gaúchos, contudo, mudaram a postura e se lançaram ao ataque. O Coxa se viu encurralado e sofreu: Pottker, aos 10 e aos 17, desperdiçou duas boas oportunidades, com direito a uma grande defesa de Wilson. Aos 15, Patrick passou por dois marcadores do time paranaense e, já dentro da área, foi derrubado por Sabino. O árbitro, contudo, não assinalou pênalti.

Insatisfeito com o fraco desempenho do Coxa, Barroca promoveu as duas primeiras substituições aos 14 minutos, com Wellissol substituindo Robson na ponta e o meia Ruy deixando o campo para a entrada do volante Renê Júnior. O rendimento da equipe, no entanto, não melhorou e o castigo veio aos 26 minutos: Thiago Galhardo, ex-jogador do próprio Coritiba e que havia entrado em campo minutos antes no lugar de Marcos Guilherme, cria do Athletico, deu a assistência para o peruano Guerrero finalmente vencer Wilson: 0 a 1.

O Coritiba ainda tentou a reação com as entradas dos atacantes Sassá e Wanderley, logo após o gol, e do meia Matheus Bueno, aos 35. A escalação ofensiva, contudo, não se traduziu em um jogo mais agressivo ou criativo do time paranaense, que até levou perigo num chute de Matheus Bueno, aos 39, mas pouco produziu para merecer o empate.

FICHA TÉCNICA

Coritiba 0 x 1 Internacional


Coritiba: Wilson; Patrick Vieira, Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Nathan Silva, Matheus Galdezani (Matheus Bueno) e Ruy (Renê Júnior); Gabriel, Robson (Wellissol) e Igor Jesus. Técnico: Eduardo Barroca
Internacional: Marcelo Lomba; Renzo Saravia, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Patrick (D’Alessandro), Praxedes (Thiago Galhardo) e Marcos Guilherme (Boschilia); William Pottker e Paolo Guerrero (Zé Gabriel). Técnico. Eduardo Coudet
Gols: Paolo Guerrero (27-2º)
Cartões amarelos: Saravia, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta, Praxedes (INT); Wellissol, Sassá (CFC);
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Local: Couto Pereira, em Curitiba, sábado, às 19h30

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

14 - Guerrero aciona Pottker na esquerda. O atacante se aproxima da linha de fundo, tenta o cruzamento e a zaga afasta. Só que a bola cai nos pés de Saravia, que domina e chuta de pé esquerdo. Wilson espalma e a bola sai.

27 - Cobrança de falta da intermediária. Patrick Vieira manda para a área, ninguém desvia e a bola vai direto para o gol. Lomba quase se complica, mas faz a defesa em dois tempos.

29 - Moisés tabela com Patrick na entrada da área, recebe de volta dentro da área e chuta forte, cruzado. Wilson se estica e evita o gol.

32 - Lançamento para Robson nas costas de Saravia. O atacante do Coxa recebe em boa condição, corta o lateral rival e chuta. Na 'hora H', Bruno Fuchs faz o bloqueio. No rebote, Ruy ainda tenta bater de primeira, mas manda para fora.

38 - Galdezani recebe na intermediária e manda uma bomba de longe. A bola explode no travessão.

42 - Marcos Guilherme recebe na entrada da área e arrisca um chute forte, rasteiro. A bola passa ao lado do gol.

Segundo tempo

10 – Rodrigo Lindoso cruza da direita para Pottker aparecer no segundo poste e cabecear. A bola vai ao lado do gol, com perigo.

15 – Patrick recebe na esquerda, passa por dois marcados e, ao tentar o drible, é derrubado por Sabino, que tentou o bote atrasado. O árbitro, porém, manda o jogo seguir.

17 – Bola para Guerrero dentro da área. O peruano ajeita de peito e Pottker aparece livre perto da pequena área para chutar. Wilson sai da meta e consegue uma grande defesa.

27 – Gol do Internacional! Thiago Galhardo avança pela esquerda, invade a área e rola para trás, enganando toda a defesa do Coxa. Guerrero chega de trás e bate de primeira, no contrapé de Wilson.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK