Série B

Ainda sem técnico efetivo em campo e em crise, Paraná enfrenta a Ponte Preta em Campinas

O goleiro Filipe, do Paraná
O goleiro Filipe, do Paraná (Foto: Divulgação / Rui Santos / Paraná Clube)

O Paraná Clube enfrenta a Ponte Preta nesta sexta-feira (4), às 21h30, em Campinas, pela 26ª rodada da Série B. O time paranaense está em crise na competição e ainda não contará com o técnico Gilmar Dal Pozzo, contratado nesta quinta-feira (3).

Dal Pozzo foi contratado porque o antecessor, Rogério Micale, acabou demitido na quarta-feira (2), um dia após o time ter sido goleado em casa pelo Vitória (4 a 1). Micale somou só um ponto e acumulou cinco derrotas seguidas em seis jogos no comando da equipe, um aproveitamento de 5% — o pior de um treinador na história do clube na Série B.

Como consequência dessa queda livre, o Paraná inicia a rodada em 16º lugar, com 29 pontos. O Náutico, primeiro time de fora da zona do rebaixamento, tem 24 pontos.

Dal Pozzo assume o time apenas no sábado (5). Assim, caberá ao auxiliar Victor Hugo Annes, o Vitão, comandar a equipe na casamata. Ele terá diversos desfalques: o zagueiro Philipe Maia, o meia Thiago Alves e o atacante Andrey estão suspensos por acumular três cartões amarelos. Além disso, o lateral Paulo Henrique e o atacante Bruno Gomes se lesionaram nesta semana. O lateral reserva Toninho também está lesionado. O atacante Bruno Lopes, que veio do futebol amador, foi diagnosticado com a Covid-19. A tendência é que Rafael Lima entre na zaga, Marcelo fique na meia-ponta pelo lado esquerdo e o volante Kaio seria improvisado na lateral.

No gol, Filipe, titular nas duas últimas partidas, será mantido. “Estou muito feliz com essa oportunidade que o professor Micale me deu. Trabalhei para isso e esperei meu momento”, afirmou o goleiro, de 22 anos, que desbancou Alisson e Marcos na posição.

Ponte Preta

A Ponte Preta está na 7ª posição na Série B, com 37 pontos, quatro a menos que o Juventude, primeiro integrante do G4. O lateral-direito Apodi e o meia Camilo, que eram dúvida, treinaram normalmente nesta quinta-feira. Com isso, Marcelo Oliveira pode repetir a escalação do último jogo, o empate em 1 a 1 com o Sampaio Corrêa.

PONTE PRETA x PARANÁ

Ponte Preta: Ygor Vinhas; Apodi, Ruan Renato, Wellington Carvalho e Guilherme Lazaroni; Dawhan, Neto Moura e Camilo; Moisés (Guilherme Pato ou Luan Dias), Bruno Rodrigues e João Veras. Técnico: Marcelo Oliveira
Paraná: Filipe; Kaio, Rafael Lima, Fabrício e Jean Victor; Karl e Higort Meritão; Wandson, Renan Bressan e Marcelo; Matheus Matias. Técnico: Victor Hugo Annes (interino)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, sexta-feira, às 21h30