Primeiro fim de semana

Sol e calor fazem curitibano esquecer pandemia e lotar parques e praças

(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)

No primeiro fim de semana de bandeira laranja na cidade, quando as medidas adotadas para evitar a circulação do coronavírus são flexibilizadas, o curitibano saiu de casa e promoveu aglomeração em parques e praças da cidade. No mesmo dia, o boletim da Secretaria Municipal de Saúde registrou 28 mortes por Covid-19, sendo que sete eram pessoas consideradas jovens, ou seja na faixa de 40 a 60 anos. 

O sol e o calor deste domingo, 11, fizeram com que vários jovens lotassem a Praça do Gaúcho, no bairro São Francisco, a Praça Espanha,no Batel, o gramado em frente ao Museu Oscar Niemeyer, no Centro Cívico, e o parque Barigui, no bairro Bigorrilho. 

As cenas de aglomeração e pessoas caminhando sem máscaras foram flagradas em todos vários pontos da cidade nesta tarde. Esse foi o primeiro domingo que a cidade esteve 'aberta' após ficar por 23 dias com restrição de funcionamento de várias atividades, quando vigorou a bandeira vermelha. 

Manifestação

Soma-se ao movimento dos parques e praças, uma manifestação ocorrida no bairro Centro Cívico que reuniu cerca de 500 carros. Os organizadores protestavam contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que validou o direito às administrações municipais de vetarem a realização de celebrações religiosas presenciais.