Mercado da bola

Técnico do Paraná Clube responde sobre contratar Alemão e Biteco

Guilherme Biteco em ação pelo Paraná Clube
Guilherme Biteco em ação pelo Paraná Clube (Foto: Arquivo Bem Paraná/Geraldo Bubniak)

O técnico do Paraná Clube, Omar Feitosa, foi perguntado nessa quinta-feira (dia 9), durante entrevista coletiva, sobre a possibilidade de contratar dois jogadores que participaram da campanha do acesso de 2017: o centroavante Alemão (33 anos) e o meia Guilherme Biteco (28 anos).

“Hoje, não. Mas futebol é hoje. Amanhã a história pode mudar”, declarou Feitosa. “Temos um centroavante que está fazendo gols. E temos o Iacovelli, que é ótima reposição para o Carlos Henrique”, disse.

“O olhar sobre o mercado a gente sempre tem que ter. Por que? Porque nosso time pode melhorar. E
ainda tem seis semanas de jogos e alguém pode machucar”, comentou.

Feitosa explicou que dois tipos de contratações ainda podem ocorrer no Paraná. Uma é para reposição, em caso de lesão, suspensão ou outro tipo de desfalque. “Tem que ter no radar os jogadores que podem vir para emergências”, disse. Outro caso é a possibilidade de contratar jogadores especiais, acima da média. “E pode ter aquele jogador acima do bem e do mal, aquele que os próprios jogadores (do atual elenco) vão olhar e ver a importância”, comentou.

Alemão está livre no mercado após deixar o Confiança. Guilherme Biteco atuou pelo Barra-SC e pelo Rio Branco-PR em 2022. Veja abaixo o histórico dos dois jogadores:

ALEMÃO
O centroavante Alemão, de 33 anos, foi o artilheiro do Maringá no Campeonato Paranaense 2022, marcando quatro gols em 16 jogos. Ele também acabou como líder em assistências (três passes para gols) da equipe vice-campeã estadual.

Em 2017, o centroavante atuou pelo Paraná Clube na campanha do acesso à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Disputou 25 jogos (20 como titular), marcou sete gols, fez duas assistências e sofreu dois pênaltis.

Alemão é formado na base do Santos. Em 2008, Alemão foi negociado com a Udinese, da Itália. Depois rodou por Vicenza-ITA, Catanduvense-SP, Guaratinguetá-SP, Ponte Preta, Vitória-BA, Chapecoense, Portuguesa, Cruz Azul-MEX, Figueirense, ABC, Botafogo-SP, FC Eindhoven-HOL, Busan Ipark-COR, CSA, Ituano, Guarani, América-RJ, Jaraguá e Goianésia.

Em abril, Alemão foi anunciado como reforço do Confiança. Rescindiu contrato em 23 de maio, após ter atuado apenas por 15 minutos.

BITECO
Em 2017, no ano do acesso, Biteco somou 22 partidas na temporada e ficou 1.071 minutos em campo. A média foi de 89 minutos por mês. Ou seja, quase um jogo inteiro a cada 30 dias. Foi titular em 12 partidas e entrou como substituto em dez. Marcou três gols (todos pela Copa do Brasil) e quatro assistências (duas no Paranaense e duas na Série B).

Naquele ano, Biteco foi utilizado como meia ofensivo centralizado e também como extremo (meia ofensivo pelo lado do campo).

Em julho de 2017, no Paraná Clube, Biteco rompeu o tendão de aquiles, durante partida pela 8ª rodada da Série B. Quando estava perto de se recuperar dessa lesão, em outubro, acabou precisando de uma cirurgia corretiva no joelho contundido em 2016. Com isso, só voltou a atuar em 2018.

Biteco passou o primeiro semestre de 2018 se recuperando dessa artroscopia no joelho e voltou das férias da parada da Copa do Mundo com contusão muscular na coxa. O clube decidiu multar o jogador – clique aqui para relembrar a história.

No começo de 2019, Biteco deixou o Paraná e acertou com o Oeste. Na soma das temporadas 2018 e 2019, ele ficou em campo por menos de seis minutos por mês, em média. Foram apenas 14 minutos em campo em 2019, por São Caetano e Oeste. Em 2018, pelo Paraná, atuou por apenas 118 minutos (um jogo como titular e quatro como substituto). A média é de 5 minutos e 30 segundos por mês.

O jogador voltou ao clube em 2020. Atuou em 19 partidas (três como titular). Marcou um gol e não fez assistências. Em abril de 2021, foi suspenso por doping. Voltou a jogar em setembro e acabou contratado pelo FC Cascavel – disputou três partidas, todas pela Série D do Brasileiro. Em 2022, foi um dos destaques do Paranaense atuando pelo Rio Branco, com dois gols e duas assistências em oito jogos (todos como titular). Em seguida, acertou com o Barra-SC.