Publicidade
Viralizou nas redes sociais

‘Tubarão é comum no Litoral do Paraná, raro é encalhar’, diz bióloga

O tubarão encontrado em Guaratuba: 1,80m
O tubarão encontrado em Guaratuba: 1,80m (Foto: Reprodução)

Um tubarão encalhou e morreu na manhã desta quarta-feira (19) na praia do balneário de Estoril, em Guaratuba, no Litoral do Paraná. O animal foi avistado com vida por volta das 6 horas, mas morreu cerca de duas horas depois. Engana-se quem pensa que os tubarões não habitam as águas do litoral paranaense.

Tubarão azul encalha e morre em praia do balneário Estoril, em Guaratuba

Especialista diz o que fazer quando avistar um animal na praia

“Não são raras as ocorrências de tubarões no Paraná, aliás, o litoral paranaense é considerado um grande berçário de tubarões de várias espécies, inclusive o tubarão-martelo. Raro é uma espécie de tubarão encalhar viva na praia”, explicou Camila Domit, bióloga e coordenadora do Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Pontal do Sul, em entrevista ao ‘Bem Paraná’. “Inclusve, temos um caso interessante de uma baleia há três anos que chegou com um mordida desse tipo de tubarão. Eles se alimentam de outros peixes, tartarugas e quase nunca chegam à costa”.

O tubarão mako, espécie ameaçada de extinção, tinha cerca de 1,80 metros. Foi recolhido por uma máquina da Prefeitura sob coordenação da equipe do LEC e levado para o Centro de Reabilitação e Despetrolização (CreD), em Pontal do Paraná. Lá, ele passou por uma necropsia. “A análise não indica nenhuma patologia, além da lesão detectada inicialmente causada por um anzol na mandíbula do animal. Acreditamos que ele estava passando por um estresse pós-captura e atordoado chegou à costa. Mandamos outras amostras para diversos parceiros, com a Fiocruz”, disse Camila. A necropsia também serviu para que os pesquisadores reúnam o maior números de informações sobre o animal e o seu meio ambiente.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES