Ídolo

Wilson explica que deixou o Coritiba por questões familiares

O goleiro Wilson
O goleiro Wilson (Foto: Arquivo Bem Paraná/Franklin de Freitas)

O goleiro Wilson, 37 anos, explicou nessa quinta-feira (dia 20) por que decidiu deixar o Coritiba. O jogador tinha contrato até dezembro de 2022 e pediu para rescindir de forma amigável, sem custos, o que foi aceito pela diretoria.

“Por toda essa questão familiar, achei que era o momento de encerrar esse ciclo. Pelo respeito ao clube, aos atletas que estão aqui, pelo meu bem e da minha família. Por ter contrato até o final do ano, seria muito cômodo ficar por aqui. Na gíria do futebol, ficar ali 'roubando', de canto. Mas se não estiver 100% focado, não é da minha índole fazer isso. Achei o melhor tomar essa decisão, pelo bem de todos. Por isso que estou aqui encerrando esse ciclo no Coritiba”, declarou, em entrevista coletiva.

“Cumpri meu papel. Não esperava que fosse antecipado assim, mas as circunstâncias me levaram a isso. Saio com o sentimento de dever cumprido. Passei muitas dificuldades aqui dentro, muitos momentos ruins e sempre me dedicando, botando a cara a tapa, assumindo a responsabilidade, que muitas vezes nem cabia a mim assumir. Acho que isso me levou a ter o carinho do torcedor”, comentou.

Nos bastidores, há informações que Wilson tem proposta do Avaí, que vai jogar a Série A em 2022. Outro clube interessado seria o Figueirense. O goleiro afirmou que ainda não tem o futuro definido. “Vou passar um período pensando, cuidando dessa parte. Indo no tempo da minha família para a gente minimizar essa situação e nesse período a gente vai conversando para resolver da melhor maneira o meu futuro”, explicou.

O presidente do Coritiba, Juarez Moraes e Silva, está afastado provisoriamente do cargo por Covid-19. Ele deixou o isolamento para participar da coletiva e se emocionou ao se despedir do goleiro. “Tenho a honra de ter vindo com a camisa 84, com a dedicatória que eu recebi com emoção. Você segue sendo um dos melhores goleiros do futebol brasileiro, com condições de jogar em qualquer equipe da Série A. Entendemos a sua decisão de ter encerrado esse ciclo. Nosso desejo era que você fizesse parte do elenco que vai defender o Coritiba. Resumo desejando muito sucesso na sua vida e para a sua família”, disse o dirigente.

HISTÓRIA
Wilson é o jogador do atual elenco com mais partidas pelo clube, com 296. É também o terceiro goleiro com mais jogos na história do clube, atrás apenas de Jairo (410) e Vanderlei (301). No clube desde 2015, Wilson marcou 11 gols e defendeu 17 pênaltis nesse período.

Wilson foi titular do Coritiba em 2021, atuando em 48 dos 53 jogos do clube na temporada.

Sem Wilson, o Coritiba conta com Alex Muralha (31 anos), Rafael William (20) e Sidnei (18). O clube também estuda a contratação de César, 29 anos, que está livre no mercado após deixar o Flamengo.