11º

Polícia encontra corpos dos 5 universitários desaparecidos há uma semana na Bahia

Tudo indica que jovens foram vítimas de um acidente de trânsito

25/04/12 às 08:29 - Atualizado às 08:33   |  Do G1
Jovens saíram do Espírito Santo com destino à Bahia (foto: Reprodução/TV Santa Cruz)

Os corpos dos cinco universitários desaparecidos há uma semana depois de saírem do Espírito Santo com destino à Bahia já foram resgatados dentro do Rio Mucuri, próximo à cidade homônima, e encaminhados ao Instituto Médico Legal de Teixeira de Freitas, ainda na Bahia, na madrugada desta quarta-feira (25). A ação foi concluída por volta das 3h, quando policiais e Bombeiros puxaram o veículo, localizado por volta das 20h, com o auxílio de um guincho.
Segundo a perícia inicial, os corpos são investigados como sendo os dos cinco jovens, restando apenas a constatação da perícia final, que só será realizada após o reconhecimento dos parentes dos universitários que são aguardados no IML, previsto para acontecer o mais breve.


De acordo com a polícia, a confirmação de que o carro era de André Galão, um dos rapazes do grupo, além da presença de três corpos no banco de trás, são fortes indícios de que os corpos são dos jovens. Além disso, o carona foi encontrado nas proximidades do riacho onde o carro estava, próximo a algumas árvores, configurando um total de cinco ocupantes, com características que conferem com as repassadas por familiares sobre os jovens.
O perito Alexson Magalhães informa que, no interior do veículo, foram achados documentos do proprietário e de objetos pessoais que conferem com os descritos por parentes dos jovens. Magalhães fez parte da equipe de quatro peritos da polícia técnica que participaram das buscas e da captura. Segundo ele, as vítimas que estavam dentro do carro utilizavam cinto de segurança no momento em que foram encontradas.


A polícia inicia as investigações com a hipótese de acidente de trânsito por conta das condições do veículo, que teria ocorrido em uma curva, e dos cálculos de distância e frenagem realizados no local."Ainda vamos aguardar os resultados dos exames de necropsia, que poderão acusar algum sinal de violência nos corpos e levantar alguma suspeita de crime, mas, a princípio, trabalhamos com a hipótese de acidente, visto que o carro foi encontrado em uma distância muito grande do ponto de frenagem, o que pode configurar um excesso de velocidade, seguido de capotamento", afirma.

Leia mais no G1

Publicidade
2 Comentários
  • Josi Fonseca 27/04/12 às 08:15
    Lamento....
  • Aderitanio souza 25/04/12 às 20:56
    Acho que essa tragedia foi por conta da inesperiencia nas forovias , culpa dos governates que facilitam as catas de motoristas e compras de veiculos , que talvez nao seja esse caso . Sinto muito ! realmente senti como si fose da minha familia .