Como saber que está na hora de mudar de carreira

Autorrealização profissional é importante para a geração de bons resultados

21/08/17 às 22:08 - Atualizado às 13:47

Como as pessoas se sentem no local de trabalho? Este é um assunto que vem ganhando grande repercussão nos últimos tempos, afinal, a motivação e satisfação pessoal são fatores que interferem diretamente quando se trata de emprego ou trabalho. Mas, qual a diferença entre emprego e trabalho?

O universo profissional está passando por uma grande mudança. Por muitos anos, quando se falava em trabalho, o emprego era seu sinônimo, e não eram notadas as diferenças entre ambos. No entanto, hoje, as formas de colocar em ação as suas potencialidades e habilidades vão além. O trabalho é efetivado através de parcerias, consultorias, como autônomos, contratos por projetos, etc. Essa mudança está em evolução, porém os modelos tradicionais ainda prevalecem.

Deborah Toschi, Coach de carreira e mentora para líderes e profissionais de RH, argumenta que o conceito de trabalho está diretamente ligado a objetivos e realizações profissionais, já o emprego é uma das opções ou formato do trabalho. Quando se tem um emprego, pode ser que em determinado momento aquele tipo de ambiente, cultura ou formato não sejam mais satisfatórios.

A decisão por um processo de autoconhecimento acontece através de incômodos casa vez mais intensos. Um bom modo de perceber isso é quando o fato de acordar requer um esforço muito intenso para chegar ao local de trabalho, a famosa síndrome da segunda-feira, que se repete constantemente.

É aí que o profissional precisa se preparar para uma nova trilha. “É comum você ter um sonho e achar que a construção dele será por um caminho (empreender é o mais comum), mas, na verdade, é preciso se preparar antes. Nem sempre você está pronto para começar a trabalhar de forma autônoma ou como um empreendedor. É preciso se preparar e se certificar que tem este perfil”, destaca.


Indícios de que o tempo "venceu"

1 Não se sente reconhecido
Os projetos e trabalhos que faz já não são valorizados

2 Destesta seus colegas
Barulhentos, fofoqueiros, etc. Por algum motivo a convivência com eles se torna insuportável

3 As contas estão sempre no vermelho
O dinheiro que recebe não é mais suficiente para pagar as contas pessoais

4 Está deprimido
Sem motivo aparente, a tristeza toma conta e a criatividade fica zerada

5 Precisa de mudanças
Quando a vida pessoal começa a exigir mudanças, um bom começo pode ser a carreira profissional

6 A produtividade está baixa
Não tem mais motivação para produzir pela empresa

7 Não aguenta mais o chefe
Apesar da evolução no que diz respeito a assédio no trabalho, chatisse tem limite

8 Não aguenta mais as funções que faz
Acredita que estar sendo subaproveitado em funções menores que sua capacidade

9 A cultura da empresa se tornou insuportável
Não há mais elo entre o que a empresa busca e as necessidades pessoais

10 Há perigo de falência
Os números da empresa não vão bem e pode ser que a hora de demissões esteja se aproximando

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop