Na trave

28/08/17 às 00:00 Ivan Santos com colaboração dos editores do Bem Paraná politica@bemparana.com.br
(foto: Viola Junior/Câmara dos Deputados)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, negou recurso e manteve para hoje o interrogatório do deputado federal paranaense Nelson Meurer (PP), acusado pela operação Lava Jato de lavagem de dinheiro e corrupção passiva por participação no esquema de desvio de recursos da Petrobras. Fachin rejeitou o pedido de adiamento, no qual ele alega necessidade de produção de novas provas de defesa. O ministro entendeu que o pedido foi feito fora de prazo e que a prova solicitada não é necessária.

Fazenda
A defesa pediu maior prazo para produzir provas antes do interrogatório, com apresentação de “relatório contábil” e prova pericial para comprovar a valorização imobiliária de fazenda localizada em Francisco Beltrão (região Sudoeste). Em seu despacho, o ministro alega que o pedido afronta o o Código de Processo Penal (CPP), segundo o qual cabe ao acusado, quando da apresentação da defesa prévia, em prazo definido, especificar as provas pretendidas. Decisão semelhante foi proferida quanto a pedido do filho do deputado, Nelson Meurer Júnior, réu no mesmo proce!sso, com interrogatório marcado também para hoje.

Cúpula
Meurer é apontado pelo Ministério Público Federal como um dos integrantes da cúpula do PP que ofereceram sustentação a Paulo Roberto Costa com diretor de Abastecimento da Petrobras em troca de vantagens ilícitas. Segundo as investigações, o deputado solicitou e recebeu R$ 29 milhões do esquema.

Tanque cheio
A Câmara Municipal de de Curitiba publicou, no último dia 22, edital para a realização de pregão para a contratação de empresa para o fornecimento de combustíveis para a Casa. Para este ano, a Câmara prevê gastar até R$ 393.107,33. Conforme o edital, a empresa deve ter rede com pelo menos 12 postos em Curitiba disponíveis para abastecimento da frota de 48 veículos oficiais usados pelos vereadores e servidores por um ano.

Cartão combustível
As ofertas serão recebidas até o próximo dia 4. Ganha a empresa que apresentar o maior percentual de desconto sobre a tabela da Agência Nacional de Petróleo (ANP) combinado com a menor taxa de administração sobre os cartões de controle. A empresa também deverá fornecer 68 cartões magnéticos, ou com chip, com uso mediante senha, para controle eletrônico do abastecimento dos carros. Cada veículo da Câmara tem direito a uma cota de 200 litros mensais de combustível. Ao atingir esse limite, o fornecimento é automaticamente suspenso.

Polícia
Os deputados estaduais votam hoje projeto do novo pacote de ajuste fiscal do governo Beto Richa que prevê a criação de uma diária especialpara policiais militares, bombeiros, educador social, agente penitenciário e policiais civis que trabalharem em hora de folga. Também prevê dobrar o abono de permanência para PMs e militares da reserva que quiserem voltar a trabalhar.

Gratificações
O projeto prevê ainda a suspensão por três anos a realização de concursos públicos para a contratação de novos PMs e bombeiros. Outra medida polêmica é o congelamento das gratificações de servidores. Futuros reajustes passariam a incindir apenas sobre o salário-base das categorias. O governo alega que essas propostas permitirão uma economia de R$ 100 milhões anuais.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Política em debate
Política em Debate Tanque cheio
Política em Debate Caso isolado
Blogs
Ver na versão Desktop