Paranaguá é o primeiro porto do Brasil a integrar sistema Ecoport

13/09/17 às 00:00 Ceres Battistelli | cerestb@gmail.com
Técnico da Appa avalia o níveis de poluição sonora no Porto de Paranaguá.

O Porto de Paranaguá passou a integrar, nesta semana, o Ecoport - sistema de certificação e gestão ambiental global e internacional desenvolvido especialmente para autoridades e terminais portuários. O Porto paranaense é o primeiro do Brasil a fazer parte do sistema, devido a sua evolução na área ambiental.

Ao todo, 91 portos de 21 países fazem parte do sistema, sendo 48 certificados com ISO e outros 25 certificados pelo Sistema de Revisão Ambiental do Porto (PERS - Port Environmental Review System). O próximo passo da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) é buscar a certificação PERS, com a padronização de ações de monitoramento e de gestão ambiental.


Richa anuncia ações de sustentabilidade

O governador do Paraná, Beto Richa, anunciou no último dia 04 de setembro, R$ 12 milhões para pesquisas com manejo e conservação de solos. Ele também lançou o projeto Moringa Cheia, que visa recuperar rios, nascentes e olhos d’água por meio do apoio da Sanepar aos agricultores.


Deputado pede a retirada de projeto para reduzir a Escarpa Devoniana

O deputado estadual Rasca Rodrigues (PV) fez um novo apelo aos autores do polêmico projeto de lei 527/2016, que pretende reduzir em 70% os limites da Área de Proteção Ambiental (APA) da Escarpa Devoniana, na região dos Campos Geraisl. A Escarpa Devoniana é a maior APA do Paraná, com 392 mil hectares (pela proposta passaria a ter apenas 125 mil hectares), criada em 1992, para assegurar a proteção dos recursos naturais entre o Primeiro e o Segundo Planalto. Estão dentro da APA os municípios da Lapa, Balsa Nova, Porto Amazonas, Palmeira, Campo Largo, Ponta Grossa, Carambeí, Castro, Tibagi, Piraí do Sul, Jaguariaíva e Sengés.


Ministério abre novos cursos a distância

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) abriu inscrições para cursos a distância em diversas áreas, entre elas educação ambiental e água, sustentabilidade, unidades de conservação, juventude e igualdade de gênero. Ao todo são dez cursos abertos ao público em geral e um fechado, direcionado aos gestores municipais, intitulado Estruturação da Gestão Ambiental Municipal. Os interessados devem se cadastrar no site do MMA até 17 de setembro.

 

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Conteúdo sustentável
Blogs
Ver na versão Desktop