Projeto pioneiro oferece lanche a pacientes que aguardam em UPA de Araucária

03/11/17 às 01:54 PMA
(foto: Carlos Poly/SMCS)

Que tal um chineque ou um café fresquinho com bolacha enquanto aguarda atendimento médico? Parece coisa de clínica particular, mas faz parte da rede pública. Aguardar o atendimento médico ficou mais agradável em Araucária desde a semana passada quando um novo conceito de humanização no acolhimento de saúde foi implantado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Planalto.

Uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Assistência Social prevê a disponibilização de um lanche solidário para os pacientes e acompanhantes que vão até o local. Tem bolachas, café, chá e chineque para os cerca de 400 usuários diários do serviço. O projeto pioneiro foi pensado após a percepção de que muitos pacientes iam buscar atendimento direto do trabalho, outros precisam ficar em observação por algumas horas e há casos de moradores que vêm da área rural da cidade, tendo como consequência um período de jejum e desconforto para muitas pessoas.

Em embalagens individuais, os lanches solidários são deixados em uma bandeja em uma sala privativa, onde as pessoas podem se servir à vontade. Muita gente estranhou nos primeiros dias os chineques de graça, mas aos poucos o público foi se acostumando e perdendo a vergonha de se servir. Na primeira semana do programa, cerca de 300 chineques e copos de café/ chá foram consumidos por dia. O resultado tem sido um serviço mais acolhedor e humanizado para os usuários.

A moradora do bairro Santa Clara, Cleusa dos Santos Mendes, de 40 anos, veio acompanhar a filha Adriele na unidade e descobriu a novidade. “Achei interessante. A cara estava ótima, só não pegamos porque já tínhamos tomado café da manhã”, contou. Já Bruno Schafer, de 22 anos, optou por experimentar o lanche e aprovou. “Da última vez que vim na UPA precisei ficar de observação algumas horas e saí daqui às 2h da manhã, não tinha nenhum lugar aberto para comprar comida e fui embora a pé até a casa da minha mãe que mora no São Francisco, que dá uma boa distância daqui. Achei ótimo esse projeto”, elogiou o usuário.

A ideia de implantar o lanche para os pacientes na UPA partiu do próprio prefeito Hissam Hussein Dehaini, que tem visitado alguns serviços de saúde e estuda outras mudanças para os melhorar ainda mais os cuidados com o paciente. Um dos próximos desafios assumidos pela Secretaria Municipal de Saúde é padronizar o atendimento nas recepções das unidades de saúde da cidade, iniciativa que deve começar em 2018.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop