Arquivos da categoria: Alimentos e Bebidas

image001

João Valduga ganha troféu Vinha Velha de Produtor do ano

19 outubro, 2016 às 20:47  |  por Rafaela Salomon

João Valduga, um dos proprietários do tradicional grupo de empresas gaúchas, recebeu o troféu Vinha Velha 2016 de Produtor do Ano. O prêmio foi entregue durante a 4ª edição do Rio Wine and Food Festival, realizada na noite de ontem (17), no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. O evento é considerado um dos maiores eventos de vinho e gastronomia do país.

Desde a sua segunda edição, o Rio Wine and Food Festival elege os melhores do ano do mundo do vinho. E em 2016, quem teve a honra de conquistar o título máximo foi a Famiglia Valduga. Um grande reconhecimento para o grupo que acumula mais de 300 prêmios nacionais e internacionais, com seus rótulos da vinícola Casa Valduga e Ponto Nero, algumas das marcas de sucesso da empresa.

Os vencedores do troféu Vinha Velha 2016 foram conhecidos por meio de uma enquete, realizada entre profissionais do trade do vinho, de todo o Brasil.  Mais de 120 formadores de opinião, jornalistas, produtores, enólogos, importadores e lojistas elegem os melhores do país em quatro categorias: Personalidade do Vinho, Produtor do Ano, Importador do ano e Revelação Mundvs Vini.

Sobre a Casa Valduga – Localizada no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS), possui a maior adega de espumantes da América Latina e foi uma das primeiras vinícolas brasileiras a dominar e desenvolver o método tradicional (champenoise) para elaborar espumantes ícones. Investe em produtos com padrão de excelência reconhecidos mundialmente e busca sempre inovar nos conceitos de elaboração e apresentação de seus vinhos.

 

Crédito da foto: Divulgação.
Editado por Rafaela Salomon

 

 

FullSizeRender

Primeiro ano de sucesso

19 setembro, 2016 às 16:28  |  por Rafaela Salomon

Alvaro Farinasso e Amanda Godoi, proprietários  do Good Food Market colhem resultados positivos dentro deste primeiro ano de empreendimento. Criado para oferecer uma alimentação saudável completa aos curitibanos, desde um mini mercado com um mix variado de produtos saudáveis, até um espaço Gourmet onde são servidos almoços e lanches, a empresa cresceu 8% nos primeiros meses e nesse último mês, chegou a 24% de incremento.

Os clientes do Good Food Market percebem a ampliação no mix oferecido dia-a-dia, sendo que nos últimos meses, o investimento tem sido em produtos in natura, trazendo frutas e carnes orgânicas selecionadas com preço acessível ao consumidor, concorrendo com valores oferecidos em grandes redes varejistas. “A alimentação saudável não é uma tendência e sim uma realidade”, enfatiza Álvaro. Mesmo a empresa sendo jovem, ainda se consolidando no mercado, o empresário que possui um olhar para a expansão de seus negócios. “Como nossa missão é democratizar a boa alimentação, e para atingir um número maior de pessoas, é necessário estar presente em outros pontos da cidade”, finaliza. Quem quiser conhecer, o Good Food Market fica na R. Augusto Stresser, 1970.

 

Foto 2 - Fernando_Menezes - Divulgação

PEOPLE S/A ENTREVISTA – Fernando Menezes, diretor da Schär no Brasil, conta um pouco da história e do futuro da marca

26 agosto, 2016 às 09:30  |  por Maximilian Santos

Fernando Menezes, diretor da Schär no Brasil, companhia internacional que conta com escritório em Curitiba, concedeu entrevista exclusiva para a People S/A. Confira:

 

PEOPLE S/A - Você vem da área automotiva, trabalhando na área de comunicação da Nissan e da Renault. Como foi começar a trabalhar desde o início da chegada da Schär no país, sendo um produto bem diferente do que você vinha trabalhando. Como foi vislumbrar a chegada da Schär no Brasil?

FM - O fato de nunca ter trabalhado na indústria de alimentos foi uma vantagem, pois criamos um modelo de negócio completamente novo, que visa a acessibilidade aos produtos para o consumidor final.

Usamos nossa experiência como gestores de grandes empresas para construir um conceito diferenciado de negócio, partindo do preço ideal para o consumidor. Assim,  desenvolvemos um modelo sem intermediários, com uma estrutura enxuta, procurando transferir valor ao consumidor final. Apesar do algo grau de complexidade que este modelo demanda, ainda hoje conseguimos seguir nesta mesma receita e atendemos todos nossos varejistas do país – mais de 3.500 pontos de venda no Brasil – sem distribuidores ou representantes. Com este modelo conseguimos trazer os melhores produtos sem glúten para o Brasil a preços competitivos, muitas vezes abaixo de similares nacionais e sempre abaixo de outras marcas importadas. Lembrando que são produtos certificados, com alta tecnologia de produção, excelente proposta nutricional.

Quando participamos de feiras e eventos ligados à indústria, recebemos inúmeras visitas de representantes, distribuidores, vendedores querendo representar a marca. Quando explicamos como trabalhamos a reação é sempre a mesma; “inacreditável! Como vocês conseguem!”.

Estou convicto que se tivesse vindo da indústria de alimentos hoje os preços da Schär estariam,no mínimo, 40% mais caros para o consumidor.

PEOPLE S/A -A Schär chegou no Brasil em 2012 com uma linha de produtos pequena. Hoje, 4 anos após o início das operações no Brasil nota-se o crescimento do mix de produtos da empresa. Como está o mercado sem glúten no Brasil? E o posicionamento da Schär nesse mercado?

FM - Iniciamos a operação com 16 produtos e hoje esse número dobrou, são 32 itens e tem mais novidade chegando em breve. Nossa ideia é suprir todas as necessidades de quem precisa ou opta por seguir uma alimentação sem glúten, do café da manhã ao jantar, sem ter que abrir mão do sabor, do aroma e da textura de alimentos tradicionais. A linha Schar tem mais de 100 produtos na Europa, e vamos continuar ampliando a oferta por aqui também.

Hoje a Schar está presente em mais de 60 países, é líder mundial e líder local na grande parte destes mercados, assim como no Brasil, onde temos visto um cenário em que o número de diagnósticos de doenças glúten-relacionadas aumenta com a disseminação da informação. Sim,há muita gente fazendo dieta sem glúten para emagrecer, mas nosso foco central é o consumidor que realmente precisa de uma alimentação segura e saudável. Além do celíaco, que representa cerca de 1% a 2% da população e cujo diagnóstico é relativamente simples, existem pessoas com sensibilidade ao glúten. Pesquisas em mercados maduros mostram que este número pode chegar a 15% da população, entretanto o diagnóstico de pessoas sensíveis ao glúten não é simples. Há muita pesquisa sendo feita em diversos países, inclusive por equipes médicas do Instituto DrSchar, uma referência em estudos glúten-relacionados.

Olhando para o mercado de intolerâncias em geral, principalmente glúten e lactose, ele vem crescendo em média 20% ao ano segundo o instituto de pesquisas Euromonitor. Só para se ter uma ideia, em 2006, 10 anos atrás, este mercado era praticamente do mesmo tamanho do mercado de produtos orgânicos, e hoje é mais que o dobro. O número de diagnósticos vem aumentando, porém ainda abaixo do que deveria, já que no Brasil não há políticas públicas que visem identificar e educar os pacientes de intolerâncias alimentares no início da enfermidade. O tratamento destas pessoas é simples, eficiente e acessível: basta uma alimentação correta, sem a necessidade de medicamentos de uso contínuo ou tratamentos caros. O sistema de saúde do país poderia economizar muito se houvesse uma política de saúde que tratasse o tema com seriedade

PEOPLE S/A - Muitos consumidores desconhecem a importância de uma dieta sem glúten, associando a um modismo. Mas a realidade é bem diferente, envolve uma questão séria de saúde. Quem são os clientes da Schär e como está o crescimento das vendas nesse segmento

FM - Ainda há muita desinformação sobre a questão do Glúten. Para um celíaco, comer glúten é como comer pequenos cacos de vidro, ou ainda como ingerir veneno. O organismo destas pessoas não reconhece a proteína e desencadeia um processo de auto-destruição das microvilosidades do intestino, causando uma série de complicações. Comer fora de casa para um celíaco é risco enorme, pois restaurantes por aqui ainda não educam seus funcionários sobre a questão. Em qualquer país desenvolvido a coisa é levada a sério, e cardápios já informam sobre a utilização ou não de ingredientes com glúten. Além dos celíacos, estudos estimam que até 15% da população tenha algum tipo de sensibilidade ao glúten. No tratamento das Síndrome do Intestino Irritável, a grande descoberta da ciência é o tratamento pela alimentação por meio de uma dieta não fermentativa, que exclui alguns alimentos durante 8 semanas ou nos períodos de crise, e o trigo/glúten é um dos itens da lista a serem cortados. Além disso já está comprovado que crianças autistas melhoram muito sua interação social com uma dieta sem glúten.Atletas de alta performance também têm realizado dietas com eliminação do glúten por períodos de treinamento intenso e pré-prova. Inúmeros estudos estão em andamento atualmente.

A grande controvérsia está relacionada ao emagrecimento. Vários livros foram publicados sobre o tema e afirmando que a simples retirada do glúten da dieta emagrece. A perda de peso está ligada à ingestão de calorias, e não necessariamente ao glúten. Se o indivíduo consumir produtos calóricos, com ou sem glúten, vai ganhar peso. A questão está na qualidade do alimento que se ingere. Como em toda indústria, no universo sem glúten também existem produtos bons e produtos ruins. A Schar, por exemplo não utiliza transgênicos, conservantes ou corantes artificiais em nenhum produto. A qualidade nutricional é que faz a diferença. Nosso pão branco fatiado mais simples contém mais fibras do que a maioria dos pães integrais vendidos no mercado. Tem muito produto sem glúten carregado de conservantes, aromatizantes, gordura hidrogenada, portanto não é só retirando o glúten que se ganha saúde, minha dica é sempre ler o rótulo.

 PEOPLE S/A -Quais os objetivos da Schär para os próximos anos em termos de Brasil? Qual a estratégia da empresa?

FM – Nossos principais objetivos estão ligados à cobertura geográfica e ajuste de mix. Já fornecemos para 80% das grandes redes de varejo, mas no Brasil as redes regionais são muito importantes. Nosso foco está em ampliar a presença em mercados onde ainda a disponibilidade de produtos não está completa, como no Nordeste. E isso passa por uma conscientização do próprio varejista, que precisa entender a importância de oferecer esta categoria de produtos ao consumidor.

Além disso estamos revisando nosso mix de produtos, buscando oferecer cada vez mais produtos relevantes no dia-a-dia dos consumidores, a preços competitivos.

PEOPLE S/A -2016 está sendo um ano complicado para a economia brasileira como um todo. Como os produtos da Schär são importados, qual a expectativa de crescimento para este segundo semestre?

FM – Sofremos muito no ano passo, com o Euro saindo de R$ 3,60 para R$ 4,70, e logicamente não podemos simplesmente repassar isso para o consumidor. Implantamos uma estratégia de hedging que nos permitiu segurar os preços. Alguma coisa teve que ser repassada em forma de aumento, mas dentro da média da inflação, nada que impactasse na competitividade dos produtos da marca e acessibilidade, nossa grande bandeira.

Creio que o enfraquecimento da economia tenha atingido o fundo do poço. Tenho conversado com muitos varejistas e a sensação é a mesma, não tem como piorar mais. Espero que a economia volte a crescer rapidamente que voltemos a poder planejar. Esse é o maior desafio de empreender no Brasil, a falta de previsibilidade.

 PEOPLE S/A -Quais as novidades que a Schär está trazendo para o Brasil para os próximos meses?

FM – Realizamos anualmente uma pesquisa com consumidores para entender do quê mais sentem falta. Com base nesta pesquisa, identificamos alguns itens que são prioritários para os consumidores e que ainda não oferecemos no Brasil. Como a Schär tem foco total no  mercado e nos nossos consumidores, mantemos um ritmo importante de inovação e desenvolvimento de produtos que nos permite ter novidades constantes, como o BiscottoAll´Avena lançado no início deste ano, que permite aos consumidores que seguem uma dieta sem glúten incluir novamente a aveia em seu cardápio.

Na última pesquisa vimos um aumento significativo de pedidos de produtos focados em conveniência, por exemplo.

Mesmo com todos os desafios logísticos, estamos trabalhando para oferecer esta nova categoria de produtos aos nossos consumidores brasileiros ainda em 2016.

PEOPLE S/A - Para os próximos anos, podemos contar com uma estrutura fabril da Schär no Brasil?

FM – Para justificar um investimento deste porte, o mercado ainda tem que crescer muito. Um dos pilares da diferenciação dos produtos Schär – além do sabor, segurança e excelentes valores nutricionais – é a tecnologia, que nos permite oferecer produtos sem conservantes com confortáveis prazos de validade, por exemplo. Ou que nos permite ter produtos sem necessidade de congelamento graças à tecnologia de produção. Por isso, a instalação de uma unidade produtiva Schär exige um investimento significativo. E um dos maiores impactos da crise em nosso plano de negócios fui justamente a necessidade de revisar investimentos e reduzir custos. Como comentei anteriormente,  a falta de visibilidade econômica prejudica o empreendedorismo no Brasil, pois investimentos de longo prazo exigem algum nível de estabilidade. Contudo, ainda tenho esperança de recuperação rápida da economia, que nos permitirá, ao menos, retomar este ponto em nossa agenda.

 

Crédito da foto: Divulgação
Edição: Rafaela Salomon

Ubiracy Fonseca - Presidente Abicab

Mercado “zero açúcar” ganha mais espaço na economia brasileira

24 agosto, 2016 às 20:26  |  por Maximilian Santos

Ubiracy Fonseca, presidente da ABICAB, apresenta novidades para o consumidor que segue uma alimentação de baixa caloria, mas não quer abrir mão das guloseimas.  As empresas Arcor, Fini, Mondelez, Peccin e Perfetti Van Melle investem em opções especiais para este público que não abrem mão da saúde sem perder o sabor e a diversão. Uma análise da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB), com base nos dados da Euromonitor de 2015, mostra que o Brasil é o 3º colocado em volume de produtos de saúde e bem-estar na categoria confeitos de açúcar e ocupa a 6ª posição na categoria de gomas de mascar, com 49,7 mil e 23,8 mil toneladas, respectivamente. Os Estados Unidos é campeão nos dois grupos, com 116 mil toneladas produzidas de gomas de mascar e 110,8 mil toneladas de confeitos de açúcar.

Mercado - De acordo com a ABICAB, a produção do segundo bimestre de 2016 foi 1,5% maior do que a do mesmo período em 2015. Em março e abril desse ano, o Brasil produziu 59,5 mil toneladas de balas e gomas de mascar. “É um produto de baixo desembolso e que se adapta facilmente ao paladar do consumidor. As empresas estão trabalhando para inovar cada vez mais e distribuir seus produtos em mais de um milhão de pontos de venda em todo o País”, afirma Ubiracy Fonseca, presidente da ABICAB.

Confira algumas das novidades sem açúcar e com benefícios à saúde dos fabricantes de Balas & Gomas:

Poosh: lançada no final de 2015, a goma de mascar é 0% açúcar e tem uma casquinha crocante. Direcionado para o público jovem adulto

Top Line: marca sem açúcar voltada para o público adulto

Ursinhos: lançado em junho deste ano, o produto é zero açúcar. Já sucesso na Espanha, onde está a matriz da marca,a embalagem possui 70g

Fini Natural Sweets: são 8 diferentes produtos, cada um com uma característica — Colágeno, Fibras, Vitamina C, Mel e Limão, Ômega 3, Menta, Diet e Chicle sem açúcar

Halls Mini: sem açúcar e com a refrescância característica de Halls, o Halls Mini é apresentado em quatro sabores da marca — mentol, extra forte, cereja e melancia

Trident: lançado como produto sem açúcar em 1962, nos Estados Unidos. Seu portfolio conta com 18 sabores distribuídos em quatro linhas: regular, Sensations, Fresh e Unlimited. Os sabores mais consumidos da marca são menta e hortelã, entre os mentolados, e morango e melancia, entre os frutados

Açaí Brasil: uma bala mastigável, recheada e drageada que segue a tendência de saudabilidade. São três sabores diferentes de açaí, que foi combinado com morango, banana e guaraná, e blend de seis vitaminas (A, C, E, B1, B6 e K1). Com embalagem altamente diferenciada e de alto impacto visual, disponibilizada em pacotes sortidos nas gramaturas de 150 e 600g

Mentos Kiss: pastilhas sem açúcar nos sabores menta e morango. Cada embalagem possui 50 unidades

Mentos Golden Edition: lançada no final de 2015, a goma de mascar sem açúcar tem o recheio líquido, casquinha crocante como as outras drágeas de Mentos e traz o sofisticado sabor da baunilha de Madagascar em equilíbrio perfeito com a menta

crédito: divulgação

 

Editado: Rafaela Salomon

ok3

Piracanjuba amplia família Zero Lactose

23 agosto, 2016 às 23:24  |  por Maximilian Santos

Lisiane Guimarães, gerente de marketing da Piracanjuba, conta que a família Piracanjuba Zero Lactose – zero de verdade, segundo o ITAL (Instituto de Tecnologia de Alimento), e que tem o Leite UHT Zero Lactose mais comprado pelos lares brasileiros, de acordo com o Kantar Worldpanel*, ganhou novos membros. A partir de agora, conta com o Leite UHT Integral Pirakids Crescer Zero Lactose, indicado para o crescimento saudável das crianças de 4 a 10 anos, pois é enriquecido com cálcio e fortificado com Minerais Ferro e Zinco (Quelatos) e vitaminas A, C D e E; e com o Leite Desnatado UHT Zero Lactose, na versão 0% gordura, na prática embalagem de 500ml, com tampa de rosca, proporcionando qualidade, sabor e conveniência para os consumidores de produtos zero lactose.

“Essa ampliação do mix agrega valor à marca e reforça nossa preocupação em oferecer produtos que atendam às necessidades dos nossos consumidores e que sejam, ao mesmo tempo, saudáveis”, afirma a gerente de marketing. Além desses dois lançamentos, a família Piracanjuba Zero Lactose conta com Leite UHT, Bebida Láctea sabor chocolate, Doce de Leite, Leite Condensado e Creme de Leite.  Os produtos são encontrados em supermercados, hipermercados, empórios, cash & carry, lojas de produtos especializados e atacados de todo o Brasil.

*“Leite Piracanjuba Zero Lactose, o mais comprado pelos lares brasileiros” – Considerando o mercado de Leite UHT de Baixa/Zero Lactose. Fonte: Kantar Worldpanel, share no Painel Nacional de Consumidores, 2015.

 

Crédito da foto: Divulgação.
Edição: Rafaela Salomon

 

 

290205_626280_laercio_barbosa___diretor_comercial___laticinios_jussara___low-624x972

Laticínios Jussara avança no novo mercado de lácteos

9 agosto, 2016 às 23:16  |  por Maximilian Santos

Laércio Barbosa, diretor comercial da empresa Jussara, anuncia que após fechar o primeiro semestre deste ano com um incremento de 28% na receita líquida em relação ao período anterior, mesmo com a recessão econômica, a Usina de Laticínios Jussara quer atingir a ambiciosa meta de crescimento de cerca de 30% no faturamento até o final de 2016. Para dar sequência à onda de crescimento, uma das maiores indústrias de laticínios do país está expandindo seus negócios com produtos de valor agregado.

Um dos principais focos da empresa é uma nova categoria de mercado: a de bebidas lácteas prontas para consumo com apelo saudável. A marca estreia no segmento com o lançamento da Jussara Jump, com cinco opções de bebidas lácteas longa vida com polpa de frutas, chocolate ou cereais, para consumo em movimento (on the go). A estratégia de marketing da Jussara segue a atual tendência de consumo entre os brasileiros. Pesquisas da própria empresa e da Fiesp/Ibope revelam que a maior parte dos consumidores leva uma vida corrida e não tem tempo para cuidar da alimentação, por isso optam por produtos convenientes e práticos, que aliem qualidade e preços acessíveis. Os levantamentos indicam ainda a preferência por produtos de valor agregado que possam trazer algum benefício à saúde ou reforçados com nutrientes.

Para conquistar novos espaços no mercado, a Laticínios Jussara também adotou o modelo de distribuição fracionada e pulverizada para a Jump, em vez de comercialização em escala que vem praticando.  Com isso, desde o seu lançamento em abril, a linha já conquistou mais de 5 mil pontos de venda no estado de São Paulo, entre eles, segmentos do varejo e food service, em que a marca não tinha presença, como academias, lojas de conveniência, lanchonetes, entre outros.  O sucesso do projeto já deu start em novas etapas previstas. Uma delas é a ampliação da linha com produtos com maior valor proteico para atender atletas e perfis de público que buscam alta performance com exercícios físicos.

A expectativa é de que a Jussara Jump seja a curto-médio prazo uma das principais linhas de produtos da indústria, gerando um volume de vendas de R$ 20 milhões a R$ 30 milhões anuais. Com a nova estrutura fabril, a Laticínios Jussara também pretende crescer no segmento de leites longa vida. Além do leite UHT em embalagem de 1,5 litro, com melhor custo/benefício para consumidores, a empresa vai lançar no segundo semestre a linha de leites especiais (achocolatado e leite zero lactose) em garrafa PET de 1 litro.

foto: divulgação

Edição: Rafaela Salomon

 

produtores

Produtor paranaense é o vencedor regional do 25º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso

8 abril, 2016 às 13:25  |  por Maximilian Santos

Orlando von der Osten ao lado de sua esposa Marise Von Der Osten,  cafeicultor paranaense, é o vencedor do Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso entre os concorrentes da região Sul. Proprietário da Fazenda Pilar, de Cornélio Procópio (PR), o produtor fornece para a illycaffè há mais de três anos e volta a conquistar a honra, já que havia vencido o prêmio também em 2015.

Além de um diploma entregue pela diretoria da illycaffè, liderada pelo CEO Andrea Illy, Orlando recebeu a quantia de R$ 2 mil. A cerimônia de premiação foi realizada hoje, no Teatro Cetip, em São Paulo, consagrando a produtora Juliana Armelin, do Cerrado Mineiro, como a grande campeã nacional.

Também foram reconhecidos os campeões regionais de outras 8 categorias (conforme tabela abaixo), o fornecedor do ano, Décio Bruxel (Cerrado Mineiro), e o melhor classificador – Luiz Evandro Ribeiro, do Sul de Minas, vinculado à Cooxupé (Cooperativa Regional dos Cafeicultores em Guaxupé). Ao todo, a illycaffè ofereceu mais de R$ 220 mil em premiações.

tabela

 

Crédito da foto: Divulgação.

BOBS

Diretor da rede Bob’s inaugura primeira loja com o novo conceito em São José dos Pinhais

3 fevereiro, 2016 às 13:30  |  por Maximilian Santos

Marcello Farrel, diretor da rede Bob’s, dá continuidade ao plano de expansão na Região Sul e inaugura, ainda nesta semana, uma loja no município de São José dos Pinhais, Paraná.  A unidade, localizada na Av. Rui Barbosa, n° 5231, Sala 2 – Afonso Pena, no Centro Comercial Barbosa, está totalmente dentro do novo projeto arquitetônico, que inclui design contemporâneo, valorização dos espaços de convivência, móveis feitos em madeira certificada, espaço dedicado à reciclagem de óleo, equipamento de autoatendimento, autosserviço de bebidas, possibilidade de personalização de produtos, molho à vontade, sanduíches em tamanhos P, M e G e muito mais.

Nesta unidade, que  já será inaugurada, com três opções diferentes de ofertas,  será servido o cardápio completo, que inclui: sanduíches, batata frita, milk shakes, além de toda a linha de sobremesas.  Os clientes terão ainda a possibilidade de customizar os produtos, desfrutar de molho à vontade, além de usar o autoatendimento, onde o pedido poderá ser finalizado em até um minuto. O modelo, criado e desenvolvido pelo Bob’s, é o primeiro equipamento no setor de comida rápida que permite a personalização dos pedidos e ingredientes.

De acordo com o executivo, é com grande satisfação que a empresa inaugura a primeira loja Bob´s na cidade, já dentro do novo projeto arquitetônico. “Estamos muito felizes em poder inaugurar essa loja com uma ampla opção de ofertas e  um projeto arquitetônico  premiado . A expectativa de sucesso é grande e temos certeza de que essa operação terá muito êxito e breve estaremos com  outras unidades.“, falou Farrel.

O novo conceito arquitetônico é resultado de dois anos de estudo, feito por um grupo multidisciplinar, que teve como proposta renovar a oferta da marca, tornando-a ainda mais atrativa para os consumidores.  Atualmente as lojas Bob´s incluem o que há de mais moderno dentro do setor de fast food e todo o projeto foi criado pelo escritório be.bo, da renomada arquiteta Bel Lobo.

O ponto de venda, com  140 m², está preparado para atender até 12 mil clientes/mês. Ao todo foram gerados mais de 20 empregos diretos para o município.  Atualmente, a região Sul conta com 61 lojas. O estado do Paraná – que possui 21 lojas Bob’s – deve ganhar mais três lojas  em  2016, gerando mais 80 empregos diretos no estado. A empresa tem expectativa de abrir, ao longo deste ano, mais 21 unidades na Região.

História – A rede Bob’s, empresa genuinamente brasileira, com 63 anos de mercado, foi a primeira empresa de alimentação rápida do Brasil. O norte-americano Robert Falkenburg trouxe dos Estados Unidos os conceitos mais modernos e inovadores do fast food, aos quais integrou o sabor do tempero brasileiro. A primeira loja foi inaugurada no burburinho de Copacabana em 1952 e rapidamente lançou moda, virando mania entre os cariocas. Em 1984, foi iniciado o sistema de franquias.

 

Crédito da foto: Divulgação.

Foto: Ricardo Lisboa

CEO do hellofood promove ação de degustação de Kaiser Radler por meio do aplicativo em Curitiba

18 janeiro, 2016 às 12:47  |  por Maximilian Santos

Roberto Gandolfo, CEO do hellofood, empresa líder de pedidos de comida online presente em mais de 45 países, divulga a ação promocional em parceria com a Kaiser Radler, marca da HEINEKEN Brasil que mistura de cerveja com suco de fruta, onde os clientes maiores de idade que fizerem pedido via o aplicativo de até R$ 100, ganharão uma latinha de Kaiser Radler Tangerina de 269 ml, já se for acima deste valor, junto com o pedido será entregue um pack de seis unidades.

Participarão da ação 26 restaurantes de Curitiba dentre os quais estão seis unidades do Frango Americano, duas da Pizzaria 3G, duas do Sabor da Pizza, além de Espedog Lanches, Perfetto Delivery de Massas, Cia do Dog e Pizzaria, entre outros. A promoção acontece entre 14 de janeiro e 12 de março ou enquanto durarem os estoques.

“A capital paranaense é uma das praças de maior importância para o hellofood por estar entre as maiores capitais do país”, explica o executivo. “Acreditamos que realizar uma ação dessas com a Kaiser Radler, marca amplamente conhecida pelo brasileiro em uma cidade com público bastante relevante para o hellofood, beneficiará tanto usuários da plataforma como restaurantes da região, além de ser um espelho para ampliarmos a ação para outras cidades do Brasil”, complementa.

A HEINEKEN Brasil trouxe a receita Radler de cerveja com suco de limão para o País em 2013. A versão tangerina foi desenvolvida no Brasil especialmente para o mercado local e lançada em novembro de 2015. Após testar mais de 10 receitas diferentes envolvendo consumidores e agências de aromas, a cervejaria decidiu produzir uma receita de cerveja com suco de tangerina, que ressalta as notas cítricas da fruta. Com 2% de teor alcoólico, Kaiser Radler Tangerina está nas gôndolas de todo o País nas opções lata 269ml e shot 250ml.

Sobre o grupo hellofood – O hellofood, juntamente com sua marca afiliada foodpanda, é um dos principais grupos de delivery on-line do mundo. Presente em 40 países, ajuda os restaurantes a aumentarem as vendas por meio de plataformas on-line e móveis, proporcionando-lhes constante evolução tecnológica e analítica. Para os consumidores, o grupo hellofood/foodpanda oferece diversas opções gastronômicas que podem ser acessados via computador ou aplicativos móveis. O aplicativo está disponível para iOS, Android e Windows Phone e pode ser baixado gratuitamente.

 

Crédito da foto: Divulgação.

fotofreddo

Diretor Geral da Freddo comunica terceiro ponto de venda no Paraná

2 dezembro, 2015 às 18:15  |  por Maximilian Santos

Sergio Gratton, diretor geral da Freddo, rede argentina de sorvetes 100% artesanais, anunciou a inauguração do 3º ponto de venda da companhia no estado do Paraná, se consolidando na praça local. A nova loja está localizada no Cataratas JL Shopping – Quiosque 105 – 1° andar na Av. Costa e Silva, 185 – Centro, em Foz do Iguaçu. Este ano, a Freddo inaugurou também outras unidades espalhadas pelo país, entre elas, no Rio de Janeiro, Fortaleza e São José dos Campos, em São Paulo apostando nos gelados argentinos de extrema qualidade para qualquer época do ano.

A filial abre as portas no começo do mês de dezembro, e traz 24 sabores artesanais com as melhores matérias-primas, sem saborizantes ou gorduras trans, além de diversas opções sem glúten (incluindo os de chocolate, doce de leite e frutas). Os amantes da marca também podem se deliciar com os batidos, cafés gelados, sundaes, sobremesas e a cafeteria, que leva seu clássico doce de leite a diferentes opções no cardápio.

Com aproximadamente 50 filiais espalhadas pelo Brasil, a empresa também está presente em diversos estados brasileiros: São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, Campinas/SP, Ribeirão Preto/SP, São José do Rio Preto/SP, Curitiba/PR, Ponta Grossa/PR, Brasília/DF, Vitória/ES, Fortaleza/CE, Teresina/PI, Salvador/BA, Recife/PE, Belo Horizonte/MG, Natal/RN, Xangri-Lá/RS, Porto Alegre/RS e Joinville/SC.

Além da expansão nacional, a Freddo explora novos países como, por exemplo, os Estados Unidos, onde a marca já está presente há mais de um ano. Passando a marca de 170 lojas no mundo, a rede também pode ser encontrada no Uruguai, Argentina, Paraguai, Chile, Bolívia e Inglaterra.

 

Crédito da foto: Divulgação.