A polêmica dos pedágios no Paraná

8 fevereiro, 2013 às 16:58  |  por Ana Ehlert

O Fórum Nacional contra o Pedágio encaminhou à ministra Gleisi Hoffmann, ofício pedindo providências a respeito do acórdão do Tribunal de Contas da União, que deu prazo de 360 dias ao governo do Paraná para adotar cláusula de revisão periódica das tarifas de pedágio. No documento, o coordenador do Fórum, Acir Mezzadri, pede à ministra que solicite ao TCU e ao governo do Estado informações sobre quais providências foram tomadas para o cumprimento da decisão.

Em fevereiro de 2012, atendendo a um pedido da ministra Gleisi, quando senadora, o Tribunal de Contas da União concluiu procedimento investigatório sobre o pedágio no Paraná e proferiu acórdão, em que identificou fortes indícios de que as alterações promovidas nos contratos de concessão ocasionaram desequilíbrio econômico-financeiro em favor das concessionárias.

No mesmo acórdão, o TCU determinou que o DER que adotasse providências em 360 dias, cláusula de revisão periódica da tarifa, a fim de repassar os ganhos de produtividade e de eficiência tecnológica, o aumento ou a redução extraordinária dos custos e das despesas das concessionárias.

1 Comentários

2 ideias sobre “A polêmica dos pedágios no Paraná

  1. Orlando Júnior

    O pedágio instalado e mantido no Paraná pelo PSDB pertecem em sua maioria às empreass J Malucelli e Cr Almeida. Estas empresas tem forte influência no governo e no legistativo. Dificilmente aparecerá alguma coisa ou será revertido ao cidadão e demais empresários do Paraná qualquer ganho. Quem perdeu, perde e perderá com estes pedágios continuará sendo o Paraná, suas empresas e o Brasil que por aqui transita. Existe um movimento na surdina prá prorrogar o pedágio com estas mesmas operadoras sem licitação. É preciso ficar atento cidadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>