Publicidade
Na Argentina

Atlético perde e amplia jejum, mas se classifica na Copa Sul-Americana

Pavez, do Atl\u00e9tico, disputa lance com jogador do Newell\u00b4s
Pavez, do Atl\u00e9tico, disputa lance com jogador do Newell\u00b4s (Foto: Reprodução/twitter.com/CANOBoficial)

O Atlético Paranaense está na segunda fase da Copa Sul-Americana. A vaga foi garantida nessa quinta-feira (dia 10) à noite, em Rosário, na Argentina, com a derrota por 2 a 1 para o Newell´s Old Boys, na partida de volta da primeira fase. No jogo de ida, na Arena, o time paranaense venceu por 3 a 0. O gol como visitante é critério de desempate nas fases iniciais. Com isso, até uma derrota por 4 a 1 ainda renderia a vaga ao Furacão.

O adversário da segunda fase será conhecido por sorteio. No “pote 1” ficarão os dez eliminados da Libertadores mais os seis melhores da Sul-Americana. Os demais 16 classificados estarão no “pote 2”. 

Por participar da primeira fase, o Atlético recebeu R$ 875 mil. Por chegar à segunda fase, ganha mais R$ 1 milhão. 

Esse foi o 12º jogo do técnico Fernando Diniz no Atlético, agora com 4 vitórias, 6 empates e 2 derrotas. O treinador sofreu sua 1ª derrota como visitante. Antes, somou 5 empates fora de casa (Caxias, Ceará, São Paulo, Grêmio e Bahia). Ou seja, o time principal do Furacão ampliou o jejum como visitante e segue vencer fora de casa em 2018. Já o Newell´s venceu 5 dos 6 últimos jogos como mandante.

No geral, o Atlético completou cinco jogos seguidos sem vencer. A última vitória foi sobre a Chapecoense, na Arena, na primeira rodada do Brasileirão.

ESCALAÇÕES
O Atlético não tinha o zagueiro Paulo André, em recuperação, e o lateral Carleto, suspenso. Diniz repetiu a escalação de domingo, na derrota para o Palmeiras. O esquema tático foi o mesmo de sempre: 3-4-3 com a bola e 5-4-1 sem a bola. O desfalque do Newell´s era o meia Sarmiento, lesionado.

PRIMEIRO TEMPO
Na primeira etapa, o Atlético manteve o mesmo estilo Diniz, tentando valorizar a posse de bola, buscando as triangulações e trocas de passes curtos. A diferença foi no jogo sem a bola. O time não foi tão agressivo ao pressionar a saída de bola adversária, apesar de ter adotado um bloco alto em vários momentos.O Newell´s jogou avançado e pressionou a saída do rival. Com a bola, mostrou boas trocas de passes e soube usar as pontas. No aspecto individual, o time argentino levou a melhor e dominou o primeiro tempo. O placar de finalizações foi 7 a 2 para o Newell´s. O gol saiu aos 36, em contra-ataque. Fértoli lançou Leal, que ganhou na velocidade de Pavez e Zé Ivaldo, invadiu a área e chutou no canto: 1 a 0 para o time argentino.

SEGUNDO TEMPO
O Atlético encontrou mais espaços para jogar no segundo tempo e se aproximou mais do gol adversáro. No entanto, seguiu errando demais nos lances decisivos. Sem a bola, o time teve dificuldades. O Newell´s continou dominando o jogo e atacando com perigo. Aos 19, a primeira troca no time paranaense: saiu Guilherme e entrou Raphael Veiga. Aos 20, o segundo gol. Fértoli cruzou e Leal, de cabeça, finalizou no canto. Aos 25, saiu Lucho e entrou Bruno Guimarães. Aos 36, saiu Rossetto, que jogava na ala-direita, e entrou o zagueiro Wanderson. Aos 39, o Atlético diminuiu para 2 a 1. Raphael Veiga para Pablo para Renan Lodi, que cruzou rasteiro para Nikão chutar. 

ESTATÍSTICAS
Ao final dos 90 minutos, o Atlético somou 48% de posse de bola, 5 finalizações (3 certas), 87% de precisão nos passes e nenhum escanteio. O Newell´s teve 52% de posse de bola, 15 arremates (7 certos), 88% nos passes e 6 escanteios. Os dados dão da DataFactory/Conmebol.

NEWELL´S 2 x 1 ATLÉTICO
Newell´s:  Ibáñez; Facundo Nadalín, Bruno Bianchi, Fontanini e Ferroni; Sills (Alexis Rodrigues), Bernardello, Rivero (Torres), Figueroa e Fértoli; Leal. Técnico: Omar De Felippe
Atlético: Santos; Pavez, Zé Ivaldo e Thiago Heleno; Rossetto (Wanderson), Lucho González (Bruno Guimarães), Camacho e Renan Lodi; Nikão, Guilherme (Raphael Veiga) e Pablo. Técnico: Fernando Diniz
Gols: Leal (36-1º e 20-2º) e Nikão (39-2º)
Cartões amarelos: Bianchi, Ferroni (N). Nikão, Lucho (A).
Árbitro: Carlos Orbe (Equador)
Local: Estádio Marcelo Bielsa, em Rosário

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo

9 – Erro na saída de bola. O Newell´s aproveita. Fértoli chuta. A zaga tira. Figueroa cruza fechado e obriga Santos a fazer boa defesa.
11 – Lucho solta a bomba de longa distância. A bola vai sobre o gol.
12 - Rivero chuta de fora da área. Santos espalma no canto.
16 – Falta na direita. Cruzamento. Fontanini cabeceia no alto. Santos segura.
20 – Bernardello lança. Leal entra nas costas da defesa e chuta cruzado, para fora.
26 – Camacho lança. Renan Lodi chuta de fora da área. O goleiro segura.
36 – Gol do Newell´s. Contra-ataque. Fertoli lança Leal nas costas de Pavez. Ele invade a área e toca no canto.
37 – Pablo recebe nas costas da defesa e marca o gol. Impedimento.

Segundo tempo
1 – Fértoli parte da defesa, dribla cinco e toca para Figueroa, na área. Ele chuta e Santos espalma.
5 – Contra-ataque. Leal recebe na área e chuta. Thiago Heleno bloqueia.
7 – Leal finta Thiago Heleno na área e chuta ao lado do gol.
9 – Figueroa chuta de fora da área. A bola vai ao lado.
13 - Lance polêmico. O árbitro marca pênalti, por toque de mão de Bianchi. Depois, ele volta atrás e anota impedimento de Lucho, anulando a penalidade.
14 – Pablo marca o gol. O árbitro anota impedimento.
20 – Gol do Newell´s. Cruzamento de Fértoli. Leal ganha de Pavez e cabeceia no canto.
23 – Falta perto da área. Nikão cobra perto, ao lado.
24 – Torres chuta de fora da área. Santos segura.
25 – Fértoli enfia. Leal entra na cara do gol e cabeceia ao lado.
39 – Gol do Atlético. Boa troca de passes. Renan Lodi cruza rasteiro. Nikão chuta no canto.
44 – Contra-ataque. Nikão cruza. Raphael Veiga se atira e finaliza para fora.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES