Publicidade
Entrevista

Cassio Reis fala sobre a peça "Em Casa a Gente Conversa", em cartaz neste final de semana na capital

Cassio Reis e Juliana Knust vivem um casal \u00e0 beira do div\u00f3rcio, na pe\u00e7a de autoria de Fernando Duarte e Tat\u00e1 Lopes.
Cassio Reis e Juliana Knust vivem um casal \u00e0 beira do div\u00f3rcio, na pe\u00e7a de autoria de Fernando Duarte e Tat\u00e1 Lopes. (Foto: Divulgação)

Um casal em crise de relacionamento e à beira da separação, que resolve ter uma DR para resolver as últimas arestas. Um fator comum a muitas pessoas que já passaram por esse momento, se transformou na comédia romântica "Em Casa a Gente Conversa", peça com texto de Fernando Duarte e Tatá Lopes, e estrelada por Cassio Reis e Juliana Knust. O espetáculo conta com a direção de Fernando Philbert, responsável por espetáculos bem-sucedidos, como "O Topo da Montanha", com Lázaro Ramos e Taís Araújo.

Cassio conversou com o Bem Paraná sobre a peça, que está em cartaz no Teatro Regina Vogue neste final de semana, nos dias 27 e 28, e contou sobre a parceria com Juliana e a sua ligação especial com Curitiba, no bate-papo que você confere a seguir!

 

Bem ParanáO que mais te seduziu, quando te apresentaram o texto da peça?

Cassio: Primeiro por ser um texto inédito, de Fernando Duarte, o qual já havia trabalhado anteriormente e tinha muita vontade de repetir a parceria. Além de atuar no espetáculo, sou produtor associado com o Fernando e queria muito trabalhar com o Fernando Philbert também, diretor espetacular teatral, um homem que admiro muito no trabalho e na vida, Philbert é um profissional exemplar e tenho muito orgulho de ter sido dirigido por ele. Temos um espetáculo contemporâneo, ágil, com elementos que prendem a atenção do público, comungando com o primor de texto e direção "dos Fernandos".

 

Bem ParanáPor tratar de um tema presente no cotidiano de muitas pessoas, você buscou inspirações em vivências próprias, ou de outras pessoas, para construir o personagem?

Cassio: Falamos de relacionamento. Relação, não importa se amorosa, familiar ou de amizade, a gente cria, cuida e conquista, diariamente. No palco contamos a historia de Malu e Carlos Alberto, uma história de amor e de todas as possibilidades de um amor. O público de fato se identifica muito, pois se trata de um casal possível vivendo no palco as certezas e incertezas de uma relação. Diversão e emoção juntos, num cenário moderno. Minhas inspirações, estudos e preparação foram em cima desse casal da história. Construímos a relação desse casal, juntos com a direção. Temos um lindo texto, e vivemos durante uma hora a linda história de amor de Malu & Carlos Alberto.

 

Bem ParanáComo é dividir o palco com a Juliana Knust?

Cassio: Juliana é uma parceira incrível, tanto dentro, quanto fora de cena. Teatro se constrói em equipe. Somos apenas dois atores no palco, porém é o reflexo de todo um trabalho de nossa equipe de iluminação, som, projeção, camarim, produção, direção, etc.

 

Bem ParanáNa sua carreira, você já fez alguns trabalhos ligados diretamente com a comédia. Provavelmente, já fizeram essa pergunta a você, mas o que é mais difícil interpretar: a comédia ou o drama?

Cassio: Eu gosto de contar histórias! Gosto bastante da comédia, porque faz o público se desligar um pouco dos problemas e rir dos problemas dos outros (risos), no caso, dos personagens. Gosto muito de apresentar, porque são sempre histórias diferentes. E no teatro uno a apresentação e representação de uma história.

 

Bem ParanáCuritiba é tida por possuir um público muito crítico, seja em peças de teatro, seja em shows. Você já realizou alguma peça aqui, que te levou a perceber essa característica, ou suas passagens por aqui foram tranquilas?

Cassio: Adoro Curitiba. Tenho familiares na cidade, sempre sou recebido com carinho. Acho as pessoas super educadas e é sempre um prazer estar de volta. Já passei com alguns espetáculos pela cidade e sempre fui muito feliz em ter Curitiba no roteiro de uma turnê. Pra se ter ideia, estamos trazendo a Curitiba um espetáculo que não passou ainda pelo eixo Rio -São Paulo. E, na minha opinião, tanto a cidade quanto o Estado do Paraná são fortes pólos culturais de nosso país. Já passamos por Manaus, Salvador, Goiânia, interior de São Paulo, estivemos em Belo Horizonte na semana passada, chegamos em Curitiba e temos uma estrada para percorrer. Somente ano que vem chegaremos em São Paulo capital. Digo isso, pois é importante saber que nossa produção faz questão de levar o espetáculo primeiramente para onde consideramos também ser tão importante quanto qualquer outro lugar. Então, deixo o convite aos curitibanos e amigos do Paraná para curtirem essa comédia romântica deliciosa com a certeza de que vão se divertir com a história que trazemos ao palco do Teatro Regina Vogue. Esperamos vocês, com alegria e muito carinho.

 

Serviço

"Em Casa a Gente Conversa"

Local: Teatro Regina Vogue (Shopping Estação)

Quando: 27 e 28 de outubro (sábado 21h/domingo 19h)

Ingressos:

Promocional (meia entrada): R$ 20

Promocional (inteira): R$ 40

Inteira: R$ 80

Meia entrada: R$ 40

Classificação indicativa: 14 anos

Ficha Técnica

Texto - Fernando Duarte e Tatá Lopes

Direção - Fernando Philbert

Elenco – Juliana Knust e Cássio Reis

Participação em vídeo – Grace Gianoukas

Figurinos – Bruno Pimentel

Cenário – Mina Quental

Iluminação – Vilmar Olos

Trilha sonora original – Danielle Vallejo e Jean Albernaz

Músicos – Gustavo Loureiro – contrabaixo/Igor de Assis – guitarra/ Jean Albernaz – bateria/ Danielle Vallejo - voz/ gravação e mixagem – Seu Cris

Cinematografia – Felipe Bredas/Multiphocus arte & comunicação

Projeções e operação de vídeo - Aníbal Diniz

Projeto Gráfico – Ronaldo Alves

Visagismo – Walter Lobato

Fotos material gráfico – Paulo Reis

Cenotécnico – André Salles e equipe

Costureira – Maria Santina

Operador de som – Bob Nascimento

Operador de luz – Bruno Caverna

Diretor de cena - Ricardo Silva

Produtor associado - Cássio Reis

Coordenação administrativa e financeiro – Karime Khawaja

Prestação de contas – Cavalo Marinho

Assistente de produção – Larissa Cunha

Coordenação de produção – Fernando Duarte

Direção de produção – Fabrício Chianello

Produção – Vissi Darte produções Artísticas

Realização – Smille produções Artísticas

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES