Publicidade
Oportunidade

Cida cria grupo de trabalho para o Fundo Paranaense de Turismo

O Paraná tem agora um grupo de trabalho para estudar a implantação do Fundo Paranaense de Turismo (Funtur). O decreto para a criação da equipe foi assinado pela governadora Cida Borghetti nesta quarta-feira (20), em Foz do Iguaçu, durante a abertura do 13º Festival das Cataratas, um dos maiores eventos do setor de turismo da América Latina, voltado para a geração de negócios. O ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, e empresários do setor também participaram da cerimônia.

A governadora enfatizou que a criação do fundo, aliada à regionalização do turismo e ao engajamento dos municípios, vai fortalecer e ampliar a exploração do potencial do Paraná. “Nosso objetivo é criar cada vez mais condições para extrair das culturas regionais as oportunidades para o turismo” disse.

Cida ressaltou que o Paraná já abriga um dos mais completos destinos turísticos do país, que é Foz do Iguaçu. O município é terceiro principal destino do Brasil de turistas estrangeiros, e vem elevando o número de visitantes brasileiros, com aumento de 20% em 2017 em relação ao ano anterior. “E vamos melhorar mais ainda esses números, pois estamos trabalhando para que em breve o aeroporto de Foz possa receber voos diretos vindos da Europa e das Américas”, afirmou a governadora.

REFERÊNCIA - A previsão é de que o Festival das Cataratas, que vai até 22 de junho, receba cerca de 8 mil pessoas. O ministro Vinícius Lummertz lembrou que o evento é uma referência do turismo brasileiro e internacional e demonstra o vetor claro que o Paraná tem a partir de Foz para a economia do turismo. “Foz está nas feiras internacionais, com estruturas pública e empreendedores privados, sempre com o apoio da Itaipu Binacional”, disse o ministro.

Segundo Lummertz , Foz não tem só o diferencial das Cataratas e da Tríplice Fronteira, mas também tem a Itaipu com um papel de indutor de desenvolvimento regional. “Deveria ser exemplo para outras regiões do Brasil onde existem empreendimentos semelhantes. Seria produtivo se mais estados desenvolvessem o papel que Foz tem de ser parceiro no desenvolvimento da região”, declarou.

Para o secretário de Estado do Esporte e do Turismo, João Barbiero, um evento deste porte revela a importância que o Paraná dá ao turismo e quanto potencial tem crescimento. “São inúmeras atividades econômicas envolvidas, o que transforma o turismo em um dos mais importantes instrumentos de crescimento econômico de nosso Estado”, afirmou.

MOSTRA - Neste ano, o evento abriga a 1ª Mostra dos Municípios Turísticos do Paraná, organizada pela Paraná Turismo, que será inaugurada nesta quinta (21) e pode ser visitada até sexta-feira (22). Participam 12 cidades integrantes do mapa nacional da regionalização do Ministério do Turismo: Capanema, Cascavel, Cianorte, Faxinal, Guarapuava, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Prudentópolis, São José dos Pinhais, Umuarama e Verê.

Estes municípios estão na rota do turismo do Estado em função de seus recursos naturais, ou estruturas de turismo religioso, por serem referência em gastronomia, rotas de passeios e outros segmentos.

Um dos destaques será a gastronomia – os municípios apresentarão pratos típicos e produtos de suas cidades e regiões, valorizando a culinária regional, sempre uma atração especial para os turistas.

FEIRA - Outro destaque do Festival das Cataratas neste ano é a ampliação da Feira de Turismo e Negócios, que ganhou mais 1,5 mil metros quadrados de área para os expositores de produtos e serviços turísticos do Brasil e de vários outros países, incluindo asiáticos e africanos. Uma das novidades da feira é o I Salão de Turismo do Oriente Médio.

PRESENÇAS - Participaram da solenidade os secretário de Estado da Segurança Pública, Júlio Reis, e da Comunicação Social, Alexandre Teixeira; a comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Audilene Dias Rocha; o presidente do BRDE, Orlando Pessuti; o diretor da Itaipu, Marcos Stamm; o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro; o deputado estadual Ney Leprevost e a deputada federal Tereza Cristina.

DESTAQUES DOS EDITORES