Assine e navegue sem anúncios [+]
Pandemia

Colégio Militar do Paraná anuncia retomada das aulas presenciais a partir do dia 21 de setembro

(Foto: Reprodução)

As aulas presenciais do Colégio Militar de Curitiba (CMC) serão retomadas a partir do dia 21 de setembro. A informação está publicada no site do CMC em forma de comunicado aos alunos e pais assinado pelo Coronel Guilherme Azambuja Carrilho do Rego Barros, comandante e diretor de Ensino do Colégio Militar de Curitiba e desreita o decreto estadual de suspensão às aulas presenciais. 

Vale ressaltar que, segundo o Supremo Tribunal Federal (STF), os estados têm legitimidade para definir as diretrizes das organizações públicas e privadas durante a pandemia. Além disso, a prefeitura de Curitiba, nesta manhã de quarta-feira, 16, voltou atrás e decidiu suspender a autorizaçaõ dada para o funcionamento das atividades extra curriculares das escolas particulares.

O comunicado da retomada das aulas no CMC, explica que o retorno será gradual, de forma escalonada e com turmas reduziddas. Esses cuidados têm como  meta seguir as condições sanitárias de segurança para os alunos, professores e demais funcionários do estabelecimento. 

Para garantir o distanciamento social dos alunos, as aulas foram dividas, de 21 a 25 de setembro, às segundas, quartas e sextas-feiras para Ensino Médio, e as terças e quintas-feiras, para o 9º e 8º ano do Fundamental.  A administração do Colégio estipulou ainda que a entrada será apenas pelo portão principal do Colégio, com acesso livre e sem catracas.

Qualquer tipo de contato físico está proibido. "Não deve haver, sob qualquer hipótese, apertos de mão ou abraços", diz o comunicado que informa ainda que a cantina do CMC estará fechada. 

Veja aqui o comunicado

Os alunos devem ingressar individualmente, manter 2 metros de distância de segurança e com a supervisão cerrada de monitores ao Pátio de Formatura do Colégio, onde serão orientados para a realização da triagem individual se segurança sanitária. Na triagem serão conferidas a temperatura dos alunos, que devem obedecer as marcações dos adesivos colocados no chão do pátio do Pavilhão de Ensino. Os que apresentarem algum sintoma terão os pais responsáveis acionados, para conduzir o aluno à casa.
A aferição da temperatura também será feita na saída do Colégio.

Após a triagem os alunos devem realizar a desinfecção dos calçados em um módulo de desinfecção fixado no início das escadarias que dão acesso ao Pavilhão de Ensino. A utilização da máscara é obrigatória e deverá ser da cor branca. Por isso, os alunos receberão um kit com duas máscaras e um frasco de álcool gel.

Pais estão apreensivos

Os pais de alguns alunos, que pediram para manter a identificação deles no anonimato, afirmaram estar temerosos com esse anúncio. Eles disseram à reportagem que, se houver alternativa, não irão mandar os filhos para a escola. 

O temor é justificado pelo isolamento mantido pelos filhos até então e também ao fato de alguns deles residerem com pessoas consideradas em grupo de risco.

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK