Publicidade
Curiosidade

Como é fabricado um pneu Dunlop

Os pneus não são fabricados apenas com borracha, a sua produção é bastante complexa. O Pneumático normalmente na cor preta, que pode ser inflado com gases ou água. A sua cor é resultado da adição de negro de fumo (pigmento preto composto de 99,5% de carbono amorfo) à composição da borracha, o que confere mais durabilidade ao produto. Na verdade são vários materiais utilizados como borracha natural, borracha sintética obtida a partir do petróleo, o Negro de fumo um pó preto também derivado do petróleo que tem função de estabilizar a mistura e torna-la homogênea, fios de aço, fios de tecido nylon, rayon e poliéster, produtos químicos como aceleradores, retardadores, óleos resinas e a sílica que aplicado a banda de rodagem oferece menor resistência ao rolamento e consequentemente menor consumo de combustível.

Os processos de fabricação são divididos em 4 partes, a preparação dos componentes, a construção, vulcanização e acabamento. A preparação começa com a mistura em um equipamento chamado, Banbury que mistura vários compostos químicos e as borrachas naturais e sintéticas de acordo com a pré definição das especificações do produto a ser fabricado. Logo após a calandragem que é a aplicação de compostos de borracha sobre os fios de tecido ou aço.

Os fios de borracha recobertos são processados e cortados em ângulos de acordo com a especificação do pneu. A extrusão é a fabricação de trefilados utilizando a borracha vinda do Banbury e aquecida em moinhos que define a banda de rodagem, e laterais. O último passo da preparação é a fabricação do talão, produzidos nas isoladoras feixes de arames de aço de alta resistência são isolados com um composto de borracha. Com tudo isso começa a segunda parte do processo que é a construção do pneu aplicando ordenadamente os componentes produzidos como liner, lona de corpo, talões.

Cintas de aço, rodagem e laterais, todos montados e um equipamento chamado Máquina de Construção, que produzirá, quanto ao formato, um produto já semelhante com um pneu mas ainda cru por isso é chamado de pneu verde que é introduzido em uma máquina de vulcanização, começando o quinto processo, onde serão controlados o tempo, o tempo a temperatura. Neste estágio a borracha passa do estado plástico para o elástico, e, após o processo adquirem a aparência final do produto com desenho através de moldes e todas as demais marcações. Após a vulcanização o último processo e a inspeção que é feita tanto manual como em máquinas de raio X.

Máquinas de construção montam o pneu com tiras, sem emendas.

 

Vulcanizadoras recebem o pneu verde (cru) e dá formato final.

 

Shizuma Kubata, presidente da Sumitomo Rubber do Brasil

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES