Espirro em cães: gripe ou alergia?

Você já viu seu cachorro espirrando? Saiba que o agente mais comum da gripe canina ou tosse dos canis é uma bactéria chamada bordetella, que causa sinais respiratórios muito parecidos com a gripe humana, como espirros, tosse e coriza. Segundo a médica veterinária do Hospital Veterinário Pró Vita Rhéa Cassuli Lima dos Santos, essa gripe é altamente contagiosa entre os cães, podendo evoluir para um quadro de pneumonia. Essa gripe não é transmitida para seres humanos e pode ser prevenida com o uso de vacinação específica, esclarece.

Mas os espirros por si só não são sinais exclusivos de gripe. Eles podem ser causados por irritação das mucosas por agentes químicos ou alérgenos. No entanto, caso os espirros se tornem frequentes, é preciso procurar auxílio. O espirro é um mecanismo de limpeza das vias aéreas, mas se os espirros se tornarem frequentes ou vierem acompanhados de secreção mais espessa deve-se ficar atento e procurar atendimento veterinário, explica Rhéa.

De acordo com a veterinária, o principal tratamento para as alergias é reduzir ou, se possível, eliminar o contato com a substância que está causando a alergia. Nem sempre é possível fazer isso, e nesses casos podemos realizar um tratamento para dessensibilização. Nos casos mais graves, recomenda Rhéa, a dica é um tratamento para diminuir os sinais alérgicos e proporcionar mais conforto ao paciente.

Portanto, se você observar que o atchim do seu bichinho está muito frequente, é bom procurar o veterinário.